Clique para ver a capa ampliada

EDIÇÃO 99
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 

 

25/06/2001

SEPARAÇÃO

A fila andou de novo
Depois de 19 semanas e meia de amor, termina o casamento de Fábio Jr. e Patrícia de Sabrit

Rodrigo Cardoso

Edu Lopes e Biô Barreira

É a quinta vez que a história se repete. Analisando o currículo amoroso dele, que incluía quatro casamentos desfeitos e inúmeras namoradas, não chegou a ser uma surpresa. Nove entre dez pessoas apostavam que o casamento-relâmpago do cantor Fábio Jr., 47 anos, e da atriz Patrícia de Sabrit, 26, que decidiram juntar as escovas de dente no 40º dia de namoro, não iria longe. Estavam certas. Na terça-feira 12, o casal – fotografado para a posteridade trocando juras de amor eterno no dia 27 de janeiro numa cerimônia para 300 convidados e 200 jornalistas no Jockey Club de São Paulo – estava separado.

Foram 19 semanas e meia de amor, 135 dias, ou menos de cinco meses como marido e mulher. “Pode ter sido ingenuidade da minha parte, mas ele me fez acreditar que (o casamento) era sério”, diz Patrícia. Sua mãe, a empresária Marina de Sabrit, também pensava assim. Dias antes da cerimônia, assegurava: “Ela está se casando para sempre”. Depois de consumada a separação, ouviu de um vendedor de sua tecelagem: “Tá vendo, dona Marina, a voz do povo é a voz de Deus! As pessoas bem que avisavam que a coisa não iria pra frente”.

Tão logo a notícia da separação se espalhou, os protagonistas da história trataram de sumir do mapa. Patrícia viajou na quarta-feira 13 para Campinas, com o irmão e, dois dias depois, junto com a avó, embarcou para Paris, onde se hospedou na casa de parentes. Fábio recolheu-se à companhia de seus filhos em seu sítio em Conchas, a 150 km da capital paulista, e retornou à cidade para apresentar seu programa na Rede Record, na terça-feira 19. Antes, porém, resumiu em uma frase o romance que viveu com Patrícia: “Gosto muito dela, acho uma boa garota, mas não deu certo”, disse, por intermédio de sua assessoria. Em outras palavras, “a fila andou de novo”, expressão que Fábio costuma usar entre amigos para explicar o final de seus relacionamentos.

Patrícia conversou com Gente por telefone de Paris (leia entrevista). Confirmou que ainda gosta do ex-marido e diz se sentir uma heroína “por não se descabelar, como as outras (ex-mulheres do cantor) fizeram”. Motivos para isso ela até teria: “Soube que estava separada pela imprensa”, contou. “Até agora o Fábio não me ligou. Não entendo porque nos separamos. Acho a história bizarra.”

próxima >>

Comente esta matéria
 
I-CHING
RUNAS
VIDENTE
NUMEROLOGIA
TARÔ ONLINE
HORÓSCOPO
 
ENQUETE
Durante a Parada Gay em São Paulo, a prefeita Marta Suplicy propôs a criação de uma Semana Gay. Você é a favor dessa idéia?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O ano começou cheio de separações de pessoas famosas como o casal Suplicy, Eliana e Justus e agora Fábio Jr. e Patrícia de Sabrit. Será que o casamento é uma instituição falida ou celebridades são mais suscetíveis às separações? Dê sua opinião
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três