CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 CELEBRIDADE
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA
 

12/03/2001

CARREIRA

GISELE BÜNDCHEN
Número um em nova fase - CONTINUAÇÃO

AP
Com os estilistas da grife Dolce & Gabana: despedida

Planejar cada passo da carreira sempre fez parte da cartilha profissional de Gisele. Todo ano o pai da modelo, Valdir Bündchen, enviava questionários para os diretores da agência em São Paulo. Queria analisar as possibilidades da filha se tornar uma top model.

Gisele também fazia planos. Em 1998, ela sentou com seus agentes e perguntou: “O que preciso fazer para no final do ano comprar um apartamento de R$ 100 mil?”.

Um estratégia foi traçada e a modelo conseguiu o que havia planejado. “Era sacrificante o que ela fazia com a vida pessoal em prol da carreira”, conta Liliana. “Lembro que a mãe dela viajava para Nova York, onde Gisele trabalhava, mas não conseguia vê-la.”
Durante seis anos, Gisele respirou trabalho. “Em uma semana, top chega a estar em três países diferentes”, diz Liliana.

Gisele atribuiu a decisão de agora a essa “rotina estressante e frenética das passarelas”. “Ela pode até fazer algum desfile, mas vai selecionar bem os trabalhos”, diz Aluísio Ribeiro de Lima, marido de Mônica Monteiro, empresária de Gisele.

SUCESSO DAS BELGAS Nos bastidores da moda no Brasil, a versão da repentina despedida de Gisele é outra. Para um diretor de uma grife, o mercado fashion já não olha com tanta empolgação para a top. “Ela é a antítese do que a moda pede, que é uma mulher sem peito e extremamente magra”, diz esse diretor.

Essa opinião coincide com a de um proprietário de uma grande agência de modelos no País: “Estressada com 20 anos?!”, ironiza. “Sucesso e poder são viciantes. É como se Guga anunciasse, hoje, que não quer mais jogar tênis. A moda é dinâmica e o perfil da Gisele não é mais o preferido.” Segundo Eli Hadid Wahbe, dono da agência Mega, em São Paulo, agora, são as belgas as mais requisitadas. “E modelos do biotipo de Ana Claudia Michels fazem mais sucesso do que Gisele lá fora”, acrescenta ele, citando a catarinense da sua agência.

Preterida ou não pelo mercado fashion, a namorada do ator Leonardo DiCaprio, que chegou a ser convidada para estrelar o filme As Panteras e foi assediada pelos diretor Steven Spielberg e Fábio Barreto, dá sinais de que uma carreira cinematográfica é uma possibilidade. “O futuro dela é no cinema. É uma pena que não queira estrear ainda. Potencial ela tem de sobra”, opina Barreto. No ano passado, ele chegou a testar a modelo para seu novo filme. Mais tarde soube que Gisele não aceitou o papel por não se sentir pronta. Como tudo na vida da modelo, é questão de planejamento

As modelos mais bem pagas do mundo
Ano passado, Gisele Bündchen ganhou mais dinheiro
que a americana Cindy Crawford


Claudia Schiffer
US$ 9 milhões


Christy Turlington
US$ 8,5 milhões

Gisele Bündchen
US$ 8 milhões

Cindy Crawford
US$ 6,3 milhões
* Dados da revista Forbes

<<anterior

Comente esta matéria

 

ENQUETE
Você faria o teste para detectar o vírus da aids:
• Para viver tranquilamente
• Como prova de amor ao parceiro
• Não faria, pois tem medo
• Nunca pensou nisso
• Faz o teste periodicamente
:: VOTAR ::
 
FÓRUM I
O que você achou da decisão da top Gisele Bündchen de abandonar as passarelas?
 
FÓRUM II
Quais são as suas expectativas em relação ao herdeiro político de Covas, Geraldo Alckmin?
 

Teste os seus conhecimentos sobre as celebridades
 
TARÔ ONLINE

É fácil, rápido
e inspirado: experimente!
 

Horóscopo

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três