CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 CELEBRIDADE
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA
 

12/03/2001

CAPA

Mário Covas, Uma luta digna
Os últimos momentos do governador paulista antes de ser vencido pelo câncer, a emoção da família no instante da morte e a comoção na despedida do grande político que o Brasil perdeu

Neuza Sanches e Gustavo Maia

Hélvio Romero/AE
A mulher, Lila, e a neta, Sílvia, no velório no Palácio dos Bandeirantes

Eram 4h45 da madrugada de terça-feira 6, quando o coração do governador de São Paulo, Mário Covas, perdeu força e passou a bater lenta e suavemente. Sua pressão arterial acompanhou o batimento cardíaco. A respiração foi cessando paulatinamente.

Covas estava inconsciente desde sábado 3. Não sentia dor, pois estava sob forte medicação para evitar o sofrimento contra o qual lutava havia dois anos. Em 45 minutos, Mário Covas foi vencido na sua última batalha.

Morreu às 5h30 da manhã por falência de múltiplos órgãos, causada por complicações decorrentes do câncer na bexiga, segundo o boletim médico oficial do Instituto do Coração, em São Paulo. “Um homem com câncer espalhado pelo corpo, com o intestino obstruído e infecção generalizada produz toxinas que vão minando todos os órgãos até que ele não suporte mais”, explica Sami Arap, um dos médicos que cuidou do governador.

Encerrou-se assim a trajetória de um dos maiores políticos do País. Mário Covas, o jovem líder da oposição que desafiou o regime militar no Congresso, o comandante do PMDB na Assembléia que escreveu a “Constituição Cidadã”, o candidato a presidente que defendeu um “choque de capitalismo” para o Brasil, o fundador do PSDB, partido que em apenas seis anos de vida chegou à Presidência da República, morreu aos 70 anos. Vivia o auge de uma carreira marcada pela coerência ideológica, a eficiência administrativa e a capacidade de indignação.

A seu lado, nos instantes finais, estava a filha Renata Covas Lopes, que segurava uma de suas mãos, e o filho Mário Covas Neto, o Zuzinha. A companheira de cinco décadas tinha saído de lá sete horas antes por completa exaustão física. Lila Covas vinha há três dias dormindo em casa, no Palácio dos Bandeirantes. Precisava descansar dos sete dias que ficou sem arredar pé do lado do marido. Deixou o hospital às 22h30 da segunda-feira 5 por insistência dos dois filhos.

“O PAPAI MORREU” Quando percebeu os últimos momentos de vida de Covas, seu médico particular David Uip telefonou para os outros responsáveis pela equipe médica – Sami Arap e Raul Cutait --, chamando-os para o hospital. Eles não chegaram a tempo. Uip confirmou a morte a Renata, que chorou nos braços do marido, Pedro Lopes, e do irmão Zuzinha. Minutos depois, ela se recompôs e pensou na mãe. Seguiu então para o Palácio do Morumbi, num carro oficial com motorista. Entrou no quarto de sua mãe, acordou-a e falou com voz embargada: “Mãe, papai morreu”.

Abraçadas, as duas choraram muito. “Guardo ainda um resto de força”, afirmou Lila à filha ainda em prantos. As duas voltaram ao Incor. Lila Covas reencontrou o marido uma hora depois de sua morte. E foi com o resto das forças, depois de passar todo o dia no velório, que ela conseguiu realizar o último desejo do marido, uma missa, pedida quando Covas ainda revezava momentos de lucidez com sonolência.

próxima>>

Leia mais:
Mário Covas, uma luta digna
Dez dias dramáticos
Galeria de fotos: Encontro Ecumênico / Álbum de Família /
Momentos políticos
O desafio de Geraldo Alckmin
A luta de Covas contra a doença

Comente esta matéria

 

ENQUETE
Você faria o teste para detectar o vírus da aids:
• Para viver tranquilamente
• Como prova de amor ao parceiro
• Não faria, pois tem medo
• Nunca pensou nisso
• Faz o teste periodicamente
:: VOTAR ::
 
FÓRUM I
O que você achou da decisão da top Gisele Bündchen de abandonar as passarelas?
 
FÓRUM II
Quais são as suas expectativas em relação ao herdeiro político de Covas, Geraldo Alckmin?
 

Teste os seus conhecimentos sobre as celebridades
 
TARÔ ONLINE

É fácil, rápido
e inspirado: experimente!
 

Horóscopo

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três