CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 QUIZ
 BUSCA
 

26/02/2001

POLÍTICA

MARCONI PERILLO
Pilares de Perillo
Governador de Goiás incentiva empresas a patrocinar desfile da Caprichosos e banca gravações de novela da Globo em Pirinópolis para desfazer a imagem de Estado caipira

Cecília Maia

Carol Feichas


Marconi Perillo e a mulher Valéria são recebidos no Othon Palace, no Rio, na terça 20, pela Caprichosos de Pilares, que homenageará Goiás na avenida

Em 1999, numa conversa com o ator Stephan Nercessian, presidente de honra da Caprichosos de Pilares, o governador de Goiás, Marconi Perillo, 37 anos, quis saber como poderia incluir o Estado no Carnaval carioca.

“Conversei com o pessoal da escola e conseguimos acertar o enredo de 2001”, conta Stephan, que é goiano. “Combinamos que não iria ter dinheiro do Estado no desfile, mas o governador colaborou para trazer as seis empresas privadas que estão patrocinando a escola.” O tema da escola será Goiás, um sonho de amor no coração do Brasil.

Levar Goiás para a Sapucaí é o lance mais recente de uma estratégia de marketing que procura desfazer a imagem de Estado caipira, pátria de nove entre dez duplas sertanejas.

O governador não é dos maiores admiradores do gênero, mas não pretende comprar brigas com cantores como Leonardo ou Zezé di Camargo e Luciano. “Quero mostrar Goiás como um todo”, diz. “O Goiás sertanejo, o Goiás que tem uma enorme potencialidade turística e uma diversidade cultural muito grande.”

A jogada mais ousada para mostrar um Estado emergente, contudo, foi o patrocínio oficial de R$ 700 mil para atrair para a cidade de Pirenópolis as gravações da próxima novela das seis, da Rede Globo, Estrela Guia. Marconi Perillo também se empenhou para que o premiado filme O Tronco, com o ator Antônio Fagundes, que conta uma história goiana, se tornasse realidade. E está prestes a comemorar outra vitória no seu projeto de inserção global do Estado – a antiga capital, Goiás Velho, deverá ser reconhecida pela Unesco como patrimônio da humanidade.

Filho de família humilde, o mais jovem governador do País não conseguiu terminar as três faculdades que começou porque acabou absorvido pela política. Casado com Valéria Jaime Perillo, 37 anos, filha de uma família de políticos tradicionais de Pirenópolis, o governador tem duas filhas: Isabela, de 9 anos, e Ana Luíza, de 5. Valéria participa ativamente do governo. “Minha vocação para a política vem de berço”, diz. A família costuma ser vista em shows, restaurantes e cinemas, mas nos fins de semana se recolhe com freqüência à chácara de Pirenópolis, uma herança do sogro. Afinal, na terra dos sertanejos, um recanto rural ajuda a manter o estilo.

 

Comente esta matéria

 


Horóscopo
ENQUETE
Qual é a sua musa preferida:
::Votar::
 
FÓRUM
O que você achou da história do ex-homossexual Paulo Trindade Júnior, que voltou a assumir a identidade masculina após tornar-se evangélico?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três