CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 ROCK IN RIO
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 QUEM SOU EU?
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 URGENTE
 BUSCA
 
 

22/01/2001

Acidente

Os minutos mais decisivos da vida de Xuxa
Faltava pouco para Xuxa entrar na nave que foi consumida pelas chamas, no incêndio ocorrido na gravação do
Xuxa Park e que deixou sete feridos em estado grave, incluindo duas crianças

Luís Edmundo Araújo

Arthur Max/ O Globo
Xuxa deixa o hospital, numa de suas visitas às vítimas do incêndio no estúdio de gravação do Xuxa Park: uma menina de sete anos tem 34% do corpo queimado

Eram 21h06 da quinta-feira, 11. Cumprindo uma rotina que a consagrou como a apresentadora mais querida do público infantil, Xuxa Meneghel, 37 anos, se preparava para concluir a gravação de mais um Xuxa Park, no estúdio “F” do Projac, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ela receberia a cantora Daniela Mercury e, cerca de cinco minutos depois, entraria na nave cenográfica em que encerraria seu programa, hábito criado desde a mudança da Rede Manchete para a Rede Globo, em 1986.

Foram cinco minutos decisivos. No fim da tradicional música “Ilariê”, começou um incêndio na nave cenográfica que receberia Xuxa. Pela primeira vez em 14 anos, ela não parou na porta da nave, acenou e se despediu. Feita de material plástico altamente inflamável, a nave virou cinzas em questão de segundos.

O pânico tomou conta das 300 pessoas presentes no estúdio de gravação, 200 das quais, crianças. As outras se dividiam entre equipe de produção e responsáveis pela garotada que estava no local. Xuxa, como as outras pessoas, saiu pela porta principal. “Mais cinco minutos e ela teria morrido”, diz o diretor do programa, Paulo Netto.

Fisicamente, Xuxa escapou ilesa. Ficou o pesar pelas 26 pessoas feridas, sete delas em estado grave. Desde o episódio, Xuxa tem estado abatida, chora constantemente e não consegue dormir direito. Ela, porém, não se rendeu à apatia. Ao lado da empresária Marlene Mattos, a apresentadora de televisão tem percorrido os hospitais à noite, onde nove dos 26 feridos permanecem internados. “Xuxa tem rezado muito para todos”, afirma Marlene Mattos.

Marcos Cruz Márcio Mercante/O Dia
Xuxa tem estado abatida e chorado constantemente. Adiou sua viagem de férias com Sasha para Orlando, nos Estados Unidos. Ao lado, o segurança da apresentadora Leonilson de Oliveira, 47 anos. Ele salvou a vida de Thamires Valleja, uma garota de sete anos, e é o caso mais grave entre os feridos

CASOS GRAVES O fogo foi tão rápido que em dois minutos tudo estava queimado. “O material do cenário é de alta combustão. Nunca vi o fogo pegar tão rápido”, conta Paulo Netto, 59, 43 anos dos quais trabalhando em televisão.

O desespero era tanto que até a empresária de Xuxa, Marlene Mattos, tentou salvar as crianças. “Tive que segurar ela. A Marlene gritava que tinha uma menina na roda-gigante e queria entrar para salvá-la”, diz o diretor do Xuxa Park.

E tinha mesmo. Era Thamires Gomes Valleja, de apenas sete anos. Ela estava na roda gigante próxima à nave cenográfica, onde o fogo começou, e foi a última criança a ser socorrida. Thamires sofreu queimaduras de 2º e 3º graus, que atingiram 34% de sua superfície corporal, e também teve as vias respiratórias atingidas. Ela está internada no Hospital da Aeronáutica no Rio de Janeiro, considerado referência no tratamento de queimados.

A menina não morreu por causa de Leonilson de Oliveira, 47 anos, o caso mais grave entre os feridos. O segurança, que trabalha com Xuxa há 14 anos e ajudou a salvar várias crianças, ficou com quase 100% das vias respiratórias comprometidas. Por conta disso, ele permanece internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da clínica Barra D’Or, na Barra da Tijuca. Leonilson é uma das vítimas mais graves, porque se meteu no meio do fogo para salvar a vida de Thamires.

Ele é uma das principais razões do abatimento de Xuxa. Tanto que no sábado 13, ela confidenciou a Emília Gouveia, mulher de uma das vítimas, que se sentia de alguma forma responsável pelo episódio. “Eu me sinto em parte responsável pelo que aconteceu”, disse Xuxa a Emília. “As crianças foram lá para me ver, a fada madrinha, e viver um sonho, não um pesadelo.”

Entre outras vítimas, está o menino Marcos Vinícius Ventura, cinco anos. O garoto também estava na roda-gigante e ficou gravemente ferido. Os outros feridos com gravidade foram Renato Ferreira, 30, que faz o palhaço Topetão do Xuxa Park, com 30% das vias respiratórias comprometidas, Flávio Luiz Olímpio dos Santos, 16, que teve insuficiência respiratória aguda por inalação dos gases aquecidos, Silvana Oliveira Souza, 38, e Maria Cristina Rezende, 36, ambas com o mesmo quadro de Flávio.

A exceção é Marcos Vinícius, que está na Clínica São Vicente. Todos os outros feridos estão no CTI do Barra D’Or. Maria Cristina é mãe de Mariana Rezende, seis, que inalou fumaça e gases, mas, de acordo com os médicos do hospital Copa D’Or, onde ficou internada, já estava melhor desde o último dia 16.

próxima>>

Comente esta matéria

 


Horóscopo
ENQUETE
Qual a melhor edição do Rock in Rio?
 • Rock in Rio, em 1985

 • Rock in Rio II, em 1991

 • Rock in Rio III, em 2001
 
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O governador de São Paulo Mário Covas deveria afastar-se do cargo para cuidar da saúde?
FÓRUM
Qual o motivo do fracasso de audiência da minissérie Os Maias?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três