CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA
 

Ação 08/01/2001

 Veja o trailer do filme
[28K] [56K] [Banda larga]
É necessário ter instalado os plug-ins
Windows Media Player
ou Real Player

O 6º Dia

Schwarzenegger volta à velha forma em ficção futurista sobre clonagem

Alessandro Giannini

Divulgação
Schwarzenegger: consciência ecológica

Depois de amargar um grande fracasso com o suspense sobrenatural Fim dos Dias, Arnold Schwarzenegger volta a fazer o que sabe: ficção científica com muita ação, pirotecnia na medida certa e alguma substância.

O 6º Dia, que entra em cartaz nacional na sexta-feira 5, tem os mesmos ingredientes que o fizeram brilhar em sucessos de bilheteria como O Exterminador do Futuro, O Vingador do Futuro e Queima de Arquivo — embora não se iguale em emoção e grandiosidade aos títulos citados.

Ambientado em um futuro não muito distante, o filme projeta uma sociedade em que a clonagem adquiriu status de experiência corriqueira e até de um comércio como qualquer outro. As empresas alimentícias oferecem frutas com sabores diferenciados e pet shops clonam animais de estimação mortos para não deixar seus donos tristes. A exceção é a clonagem humana, proibida por lei para não colocar a raça em perigo.

Dentro desse cenário evoluído e desolador, Schwarzenegger surge como um piloto de helicópteros que faz viagens fretadas para clientes endinheirados. Apresentado como um pai de família saudável, trabalhador e consciente, ele prefere viver de acordo com o que a natureza dita e tem sérias restrições a tudo que envolve clonagem. Nem mesmo quando a filha perde o cãozinho de estimação, ele é capaz de se dobrar ao desejo da mãe de lhe dar uma versão “reciclada” do animalzinho.

Pois esse cidadão exemplar, com consciência ecológica e tudo, acaba sendo vítima de um grande engano. Virtual testemunha do assassinato de um figurão da indústria de transformação genética, ele é clonado por engano e passa a viver uma existência dupla. Para evitar que outra pessoa tome seu lugar, ele sai atrás dos responsáveis e descobre uma indústria paralela de clonagem humana — tudo isso acompanhado das perseguições e dos tiroteios de sempre. O que decepciona é pensar que, no final, depois de tudo, o personagem de alguma maneira muda de opinião sobre o assunto. De volta ao futuro

 Cinema
O 6º Dia
Contos Proibidos do Marquês de Sade
2001 volta às telas
Babilônia 2000 
Bilheteria
 Exposição
Quando o Brasil era Moderno
 Livros
Vianinha, Cúmplice
da Paixão
O Pai do Grinch
No Coração do Mar
Outro Lado da Vida
Best-sellers
 Música
Road Rock
Friends & Relatives
Back in The Day
Por trás dos microfones
Renegades
Hits
 Televisão
Vera Loyola
Oscar Magrini
Os Maias
Fique de Olho
Ibope

Horóscopo
ENQUETE
Você aprova a atitude de Marília Gabriela, que deu um "chega pra lá" numa fã que atacou Gianecchini no réveillon?
 • Sim
 • Não
 
:: VOTAR ::
 
ENQUETE
Qual é a melhor atração do Rock in Rio?
 
NACIONAIS
INTERNACIONAIS
 
FÓRUM
O comportamento sexual de Fábio Jr. é normal?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três