CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Leia trecho do livro
Reportagem

Corações Sujos
Fernando Morais retrata a colônia japonesa
no Brasil dos anos 40

Alessandro Giannini

  Foto: Divulgação
  Em primeiro plano, os samurais de Tupã: heróis da colônia

Na segunda metade dos anos 40, o Brasil dava abrigo à maior colônia de japoneses do mundo. Ao contrário dos alemães e italianos, a maioria dos nipônicos lutava para manter intactos cultura e hábitos trazidos da pátria mãe. Esse traço específico fez com que surgissem organizações como a Shindo Renmei, cujas ações compõem Corações Sujos (Companhia das Letras, 350 págs., R$ 31,50), novo livro do jornalista e escritor Fernando Morais.

Parte do folclore e dos tabus da colônia japonesa no Brasil, a Shindo Renmei foi responsável pela morte de 23 pessoas ao longo de treze meses, entre janeiro de 1946 e fevereiro de 1947. Criada após a rendição do Japão aos Estados Unidos, na Segunda Guerra Mundial, a associação tinha como objetivo manter intacto o “espírito nipônico”, o que incluía entre seus credos o combate à idéia de que o país pudesse ter sido derrotado.

Com cerca de 200 mil associados, a Shindo Renmei se espalhava pelo Brasil, mas concentrava-se no Estado de São Paulo, especialmente na Alta Paulista, região Noroeste. Todos eram kachigumi ou “vitoristas”: acreditavam piamente na vitória do Japão, apesar de todas as evidências em contrário. Os que não se guiavam pela mesma cartilha, eram chamados makegumi ou “derrotistas”: simplesmente aceitavam a derrota para os americanos.

A perseguição dos kachigumi começa em Tupã, quando sete japoneses irados e munidos de katanas (os afiados sabres orientais) perseguiram um soldado brasileiro que havia limpado os coturnos com a bandeira japonesa. Ações como essa tornaram-se mais organizadas e chamaram a atenção das autoridades brasileiras. O debate se estendeu até a Assembléia Constituinte, que chegou a colocar em votação um projeto que proibia a entrada de japoneses no Brasil.

Embora não tenha alcançado a excelência de suas biografias nem ressuscitado um assunto misterioso, o escritor contribui para lembrar que a história do Brasil e dos brasileiros não é feita apenas de gentilezas e cordialidades. Bem lembrados!

 

 Cinema
As Panteras
Dançando no Escuro
Jogo Duro
Sexo, Pudor e Lágrimas
Vídeo
Bilheteria
 Livros
Anjos do Badaró
Carmen Mayrink Veiga
Corações Sujos
Para ler a tevê
Best-sellers
 Música
Britpop: a nova safra britânica
Divina Saudade
Entidade Urbana
Joyce
Tudo Bonito
Hits
 Teatro
Atlântida – O Reino da Chanchada
O Beijo da Mulher Aranha
 Televisão
Sampop – A Nova Cena
Sessão Coruja
Vidas Cruzadas
Fique de olho
No Ibope
 Exposição
Fotografia e Cidadania

Horóscopo
ENQUETE
Vera Fischer deve recuperar a guarda do filho Gabriel?
• Sim
• Não
 
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
A beleza masculina de famosos como Antônio Fagundes e Ciro Gomes, ao contrário da feminina, está associada ao sucesso profissional e não apenas às características físicas?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três