CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Saúde

Carla Perez segura o tchan
Portadora de hepatite e vítima de choque térmico, ela foi internada por causa de infecção urinária, num quadro que se agravou pela falta de costume de beber água

Marianne Piemonte

Silvana Garzaro
 
  “Não vou deixar de fazer amor”, diz Carla, que teve sempre a companhia de Xandy, o namorado, nos quatro dias de internação

A dançarina Carla Perez, 22 anos, teve de segurar o tchan para
cuidar da saúde. Desde o domingo 29, quando sofreu um choque térmico durante uma sessão de fotos para a revista Playboy na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, ela vem passando por maus bocados.

Depois do susto no ensaio fotográfico, Carla sentiu-se mal e foi internada na terça-feira 31 no Hospital Português de Salvador. Em seguida, transferiu-se para o Sírio Libanês, em São Paulo, onde o médico infectologista Davi Uip a atendeu.

“Carla chegou com febre alta, tremedeira, dores abdominais, alterações cardíacas e desidratada”, diz Uip. Foi diagnosticada uma infecção urinária por bactéria. “Estou tomando remédios, mas já sarei”, diz Carla. Na sexta-feira 10, ela deve voltar a São Paulo para refazer exames, que a partir de agora serão periódicos. Como as bactérias migraram para o sangue, há perigo de infecção em outros órgãos, como os rins.

Durante os quatro dias de internação, Carla apresentava vômitos e diarréia e foi medicada com antibióticos direto na corrente sangüínea. Ela irá tomar remédios por mais 15 dias. “Esse tipo de infecção é comum em mulheres da idade dela que têm vida sexual ativa”, explicou o médico.

Carla sofre de hepatite B, mas Uip garante que a infecção não tem relação com a doença. “Carla não tinha o costume de tomar água e isso agravou o quadro”, diz ele. Agora, ela anda em tempo integral com uma garrafa de água. “Tomo no mínimo três litros por dia”, garante a dançarina.

Carla teve alta do Sírio Libanês no sábado 4. Antes de sair, visitou a ala infantil do hospital e ganhou ursos de pelúcia dos fãs. Enquanto esteve internada, o cantor Xandy, seu namorado, ficou ao lado dela. Durante o tratamento, Carla está proibida de comer feijão e pipoca, mas já avisou: “Não vou deixar de fazer amor!”

 

Leia Também

A história de amor
da viúva oficial

O criador da garota
moderninha

Carla Perez
segura o tchan

O vigilante
rodoviário

Furacão moreno

O pai amigo
e parceiro

Caçador
de belezas

“Quero meu
filho de volta”

A prova dos
nove do ministro
da Educação

“Sou a rainha
dos namorados
mais jovens”

As mais famosas
atrizes de Portugal

Um surfista no
clã dos Brizola

Horóscopo

ENQUETE
O ministro da Educação Paulo Renato é um bom nome para suceder Fernando Henrique na presidência em 2002?
• SIM
• NÃO
 
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Você colocaria a vida profissional à frente da pessoal como fez Ayrton Senna?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três