CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Cinema

Maitê Proença
A dama da telona

Atriz está em
Tolerância e Bufo & Spallanzani, duas das principais produções brasileiras do ano e se prepara para atuar em mais dois filmes

Alessandro Gianinni

Silvana Garzaro
Maitê Proença: beleza e capacidade de representar

Em Tolerância, ela faz o papel de uma advogada decidida para quem a família está acima de tudo. Em Bufo & Spallanzani, interpreta a mulher de um executivo inescrupuloso.

No primeiro, aparece em 80% das cenas. No segundo, em apenas três planos. Em ambos os filmes, no entanto, Maitê Proença marca a tela tanto pela beleza quanto pela capacidade de representar.

Tolerância e Bufo & Spallanzani são duas das principais produções brasileiras do ano. E brindam a estréia do roteirista gaúcho Carlos Gerbase e do produtor carioca Flávio Tambellini, respectivamente, na direção de cinema.

Maitê considera os dois ousados por se arriscarem no policial, um gênero em que os americanos são mestres absolutos. “Eles tiveram a coragem de se arriscar”, diz ela.

Gerbase, que esteve em São Paulo para lançar Tolerância na Mostra Internacional de Cinema, devolveu o elogio. Disse que escolheu Maitê depois de vê-la dando uma entrevista em um programa sobre saúde. “Falava com tanta segurança que me pareceu perfeita”, relembrou o cineasta. “Ela entendeu a personagem logo de cara. Além disso, tem uma noção de marcação e de espaço que me ajudou muito.”

O cinema parece ser a opção do momento para a atriz, embora ela negue que tenha planejado isso. “Simplesmente aconteceu.” Além dos dois filmes, que estréiam entre novembro e dezembro, Maitê vai estar em mais duas produções: Maria Moura, baseado em romance de Raquel de Queirós, e Rio Máximo, Amazonas.

Também está na peça Princesa Isabel, comédia histórica sobre o último dia da família real no Brasil. Depois de uma curta temporada no Rio de Janeiro, a montagem iniciou viagem pelo País.

“Foi muito elogiada pelos críticos”, diz a atriz. A televisão ficou em segundo plano, por enquanto. “É muito difícil conciliar as coisas. Eu preciso de tempo para alguns setores da minha vida que são muito importantes.”

 

Leia Também

Carolina Ferraz
A nova solteira

Belo chega ao topo

Tal pai, tal filho

O animal perdeu
as garras

Gugu sem banheira

Joana Limaverde
Talento de berço

Bom-moço conquista Xuxa
no cinema

Maitê Proença
A dama da telona

Mergulho num
mar de lama

As múltiplas faces
de Siron Franco

O Tchan de ontem

Horóscopo

ENQUETE
Está certo tirar a Banheira do Gugu do ar?
Sim
Não
ENQUETE
Quem deve beijar Sandy na nova novela das 6 da Globo?
Alexandre Borges
Leonardo Brício
Marcello Antony
FÓRUM
Como os casais famosos devem lidar com o ciúme na relação?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três