CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Música

Belo chega ao topo
Sete meses depois de deixar o Soweto, cantor lança disco solo, que alcança primeiro lugar na lista dos mais vendidos, e planeja casamento para 2001

Cassia Dian

Piti Reali
Belo: "Agora decido tudo e não tem nada melhor que isso”

Alguns chamam de volta por cima. Ele acredita que seja apenas resultado de muito trabalho. O fato é que Desafio, o primeiro disco solo de Belo, ex-vocalista do grupo de pagode Soweto, é o mais vendido do País, pouco mais de um mês depois de ter chegado às lojas. Cerca de 500 mil cópias já estão no mercado. “Não esperava isso tudo, aconteceu muito rápido”, diz ele.

Vocalista do Soweto por quase quatro anos, Belo deixou o grupo em março passado depois de desentendimentos na condução do trabalho da banda. Por isso, não esconde a satisfação de seguir carreira sozinho.

Na opinião dele, a liberdade total é o ponto positivo de fazer um disco solo. “No grupo existia uma democracia. Eram cinco cabeças pensando e as idéias não batiam. Agora, decido tudo, desde os músicos até a capa do CD e não tem nada melhor que isso. Estou mais feliz”, comemora, certo de viver o auge profissional.

Ele conta que já fazia planos de deixar o grupo e seguir carreira solo, mas decidiu antecipar o projeto por causa de desentendimentos com os produtores da banda. O cantor foi diplomático ao se referir aos ex-companheiros de palco.

“Tive problemas com a produção, não com os artistas. Mesmo assim, não existia um contrato que proibisse a saída de um de nós. Já pensava nisso e só coloquei esta idéia em prática mais rápido”, afirma. “A banda também está muito bem, independentemente de minha saída”. O maior prejuízo que Belo deu ao Soweto foi levar com ele todos os instrumentistas e técnicos que acompanhavam a banda desde o início. “Eu só tenho que agradecer a essa rapaziada que vestiu minha camisa”, diz.

O nome do disco solo também reflete o novo momento do cantor. “Era um Desafio para mim sair de um grupo que vendia um milhão de cópias e fazer um disco bom”, conta Belo. “Não estou desafiando ninguém”, garante, com um sorriso maroto. O cantor fala com entusiasmo no novo trabalho. “Em Desafio, predomina o samba romântico, estilo que me projetou. Mas não fechei portas, tem partido alto também.”

Piti Reali
Ele diz manter um bom relacionamento com os antigos companheiros

Belo recebeu Gente no seu flat em São Paulo de peito à mostra, cabelo descolorido e uma garrafa de coca-cola à mão. Nas paredes da sala, estão quadros que registram as boas vendagens do Soweto no tempo em que integrava a banda. Há também um retrato desenhado do rosto do cantor ao lado da foto da namorada, a atriz Viviane Araújo, de biquíni.

Taurino assumido, Belo acredita ser mais ciumento que Viviane, com quem namora há dois anos. Garante, no entanto, não trocar de canal quando ela aparece “quase” vestida no humorístico Zorra Total, da Rede Globo. “Às vezes ela liga para eu assistir.”

O casal está a procura de uma casa para morar no Rio, na Barra da Tijuca, depois do casamento previsto para 2001. Não planejam, porém, aumentar a família tão cedo. Com 26 anos, Belo já é pai de três crianças de 10, 7 e 3 anos. “Comecei cedo”, brinca. E assegura pagar a pensão em dia. “Não me confunda com outros pagodeiros. Pago tudo direitinho!”, garante, em alusão ao problema enfrentado por seu ex-parceiro no Soweto, Claudinho.

Belo começou a cantar profissionalmente aos 12 anos em bares de São Paulo, onde nasceu. Agora, desfruta do sucesso realizando em torno de 14 shows por mês. Só se apresenta se receber antecipadamente.

Na segunda-feira 23, cancelou um show na casa Rodhes, em Campinas, porque o cachê não foi pago até o início da madrugada. Revoltados, alguns fãs quebraram parte da boate e depredaram carros estacionados do lado de fora. Estima-se que o prejuízo possa chegar a R$ 150 mil. Contratempos assim não abalam o otimismo de Belo, que já tem até uma idéia para o nome do próximo CD: “Vitória!”, diz, soltando uma gargalhada.

 

Leia Também

Carolina Ferraz
A nova solteira

Belo chega ao topo

Tal pai, tal filho

O animal perdeu
as garras

Gugu sem banheira

Joana Limaverde
Talento de berço

Bom-moço conquista Xuxa
no cinema

Maitê Proença
A dama da telona

Mergulho num
mar de lama

As múltiplas faces
de Siron Franco

O Tchan de ontem

Horóscopo

ENQUETE
Está certo tirar a Banheira do Gugu do ar?
Sim
Não
ENQUETE
Quem deve beijar Sandy na nova novela das 6 da Globo?
Alexandre Borges
Leonardo Brício
Marcello Antony
FÓRUM
Como os casais famosos devem lidar com o ciúme na relação?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três