CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Justiça

Da cadeia para a fama
Jefferson Fernandes, inocentado em acusação de tráfico, vira cantor de funk com letras escritas na prisão

Marcia Montojos

Leandro Pimentel
“Só fico imaginando o quanto minha vida vai mudar depois que eu for na Xuxa ou no Gugu’’

O Dia das Mães deste ano teve um sabor especial para Jefferson Fernandes Luiz. Conhecido como Sapão, ele deixou naquele dia o presídio Frei Caneca, no Centro do Rio, após cumprir pena de nove meses. Não foi só a liberdade que comemorou na ocasião. Mais importante foi ter sido absolvido da acusação de tráfico de drogas.

A cadeia abriu-lhe as portas. Foi lá que se revelou como cantor de funk. O artista acaba de gravar pelo selo Seven, da Sony Music, o primeiro CD, Papo de Futuro. “Eu mereço tudo o que está acontecendo”, diz Sapão, que ganhou o apelido por causa dos olhos salientes.

O disco será lançado no fim deste mês. “Só fico imaginando o quanto minha vida vai mudar depois que eu for na Xuxa ou no Gugu”, sonha Sapão. Quando foi preso, no Complexo do Alemão, ele diz ter sido vítima de um flagrante forjado pela polícia, no qual teriam sido encontrados dois mil papelotes de cocaína e uma pistola em sua casa. O que mais ajudou na absolvição foi o apoio dos vizinhos, que reuniram mais de três mil assinaturas assegurando sua inocência.

Foi durante o período em que esteve na cadeia que escreveu a música “Eu Sei Cantar”, carro-chefe do CD. Um amigo, DJ de bailes funk , foi visitá-lo e leu a letra num maço de cigarros. Gostou e pediu a Sapão que a gravasse numa fita cassete.

A música estourou nos bailes enquanto ele ainda estava detido. Depois de assinar contrato, preparou o disco em dois meses. Antes de chegar às lojas, o CD já foi elogiado pela dupla Claudinho & Bochecha. A carreira já lhe trouxe dividendos. Ele acaba de se mudar da favela Nova Brasília, onde morava com a mãe e a irmã, para um apartamento em Del Castilho, na Zona Norte, que está dividindo com a namorada, Michelle. Agora, para que sua felicidade se complete, Sapão gostaria de rever o pai, Orlando Luiz, que o abandonou quando tinha apenas um ano de idade.

 

 

Leia Também

Renée de Vielmond:
Em busca do
tempo perdido

Da cadeia
para a fama

Orgulho
da mamãe

Gallo
pagou o pato

O gago mais
famoso do Rio

Internética,
sem véu

Um salto
para a fama

No banheiro com
Monique Evans

O camaleão da
música popular

Pepê e Neném:
Uma história
de cinema

Horóscopo

ENQUETE
Qual das musas você prefere?
Feiticeira
Tiazinha
Internética
FÓRUM
O que um artista deve fazer para conduzir a carreira e não se distanciar da "normalidade"?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER

| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três