CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 MULTIMÍDIA
 SEÇÕES
 REPORTAGENS
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO
  SECULO
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Leia trecho do livro A Noite em Questão
Editora Rocco

Contos

A Noite em Questão
Coletânea de Tobias Wolff conta histórias dramáticas de personagens urbanos

Divulgação

Em um de seus primeiros papéis no cinema, Leonardo DiCaprio interpretava o filho de uma mãe solteira que sofria nas mãos de um padrasto neurótico e manipulador. O filme era O Despertar de um Homem, inspirado em romance autobiográfico de Tobias Wolff. O livro, traduzido para o português em 1996, foi o último do autor a ser publicado no Brasil. Ele volta à carga agora com A Noite em Questão (Rocco, 200 págs., R$ 24), antologia com quinze contos publicados em suplementos e revistas literárias americanas.

Wolff é um especialista em pessoas e emoções. Praticamente todos os contos do livro falam sobre os dramas pessoais de personagens comuns, geralmente figuras urbanas confrontadas com alguma adversidade. Como o protagonista de “Mortais”, publicado originalmente em 1993 na coletânea Listening to Ourselves.

Responsável pela seção fúnebre de um jornal, um homem é demitido quando publica a nota de falecimento de um milionário, supostamente autor do telefonema que informava a sua morte. O confronto entre os dois personagens é muito bem narrado, deixando espaço para um pouco de suspense.

Outro tema caro a Wolff é a guerra. Veterano do conflito com o Vietnã, entre os anos 60 e 70, ele envereda por essa trilha em “Baixa”, publicado originalmente na revista literária Granta. Ao narrar a história de um soldado arrogante e piadista que se dá mal ao enfrentar seus superiores, ele se coloca criticamente diante de um assunto polêmico. (A.G.) Pequenas doses de prazer

 

 Cinema
 Livros
 Música
 Exposição
 Televisão

Horóscopo

ENQUETE
Qual das musas você prefere?
Feiticeira
Tiazinha
Internética
FÓRUM
O que um artista deve fazer para conduzir a carreira e não se distanciar da "normalidade"?

EDIÇÕES
ANTERIORES

ESPECIAIS
MULTIMÍDIA
BATE PAPO
ASSINATURAS
EXPEDIENTE
PUBLICIDADE
FALE
CONOSCO
ASSINE A
NEWSLETTER


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três