CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Revelação

Fivelinhas da fama
Max Fivelinha, ex-maquiador, participa de dois programas da MTV e vira estrela entre adolescentes

Edwin Paladino

Silvana Garzaro
“Eu e meus oito irmãos nascemos de parteira”,
revela Max Fivelinha

Max Fivelinha teve dor de barriga no Video Music Brasil, evento da MTV dedicado aos melhores músicos do País. Na premiação, subiu ao palco com o estilista Clodovil para anunciar o grupo Los Hermanos como a revelação do ano. “Pisei no palco e começou a doer”, conta. Com sobretudo branco, botas e shortinho, foi aplaudido por fãs adolescentes.

Ex-maquiador de VJs da MTV, Maximiano Machado, 38 anos, brilha nos programas VJ por um Dia e Gordo a Go Go, de João Gordo. O apelido veio do apresentador Cazé, no programa VJ por um Dia, em 1999. Max prendia a franja com fivela. Um dia, Cazé disparou: “Com vocês, Max Fivelinha!” Na atração, ele analisa a performance dos aspirantes a VJ. “Ele faz o programa ficar mais divertido”, diz Luiz Thunderbird, atual apresentador.

Nascido na mineira Ipanema, com 18 mil habitantes e a 900 quilômetros de São Paulo, Max mudou-se para Diadema (SP) em 1977 com a família. Na cidade natal, já era gay assumido. “Nunca sofri preconceito”, garante. “Mas não gosto de me estender sobre esse assunto.” Ele morava num sítio, onde o pai, Francisco Machado, criava gado. “Eu e meus oito irmãos nascemos de parteira”, conta. Acostumado à liberdade na roça, Max estranhou a selva de pedra. Tinha 14 anos. “A casa em Diadema era pequena”, lembra. “Em Ipanema dormíamos ouvindo o barulho da cachoeira”, diz.

O pai matriculou os filhos em várias escolas públicas. “Nunca tinha vaga para todos na mesma escola”, diz. O primeiro trabalho em São Paulo foi como office-boy. Depois decidiu fazer teatro para perder a timidez. Um amigo maquiador o indicou para a vaga de assistente de maquiagem na MTV, que acabara de entrar no ar no País, em 1990. Hoje, ele é o orgulho da família. “É um menino superdivertido. Nos reunimos em família toda semana”, diz sua mãe, a dona de casa Maria da Conceição da Silva, 60 anos.

 

Leia Também

A independência
da estrela

Estrela das piscinas

Fivelinhas da fama

Célebres cabos eleitorais

A terapia em alta velocidade

A dentista
sobe ao palco

Clientela refinada

Um trio parada dura

O ataque continua

Chapeuzinho come
o lobo mau

Alexandre Pires
livre da culpa

Recesso maternal

Duelo de titãs

 



| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três