CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNACIONAIS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Misticismo

Clientela refinada
O engenheiro e psicólogo José Antônio Pinotti é o astrólogo de celebridades como a modelo Cláudia Liz, o publicitário Celso Loducca e a cantora Olivia Byington

Daniela Fazio

Julio Vilela
Ele diz que previu a desvalorização do real
e avisou os clientes

Em janeiro de 1999, enquanto o Brasil enfrentava a pior crise do Plano Real, José Antônio Pinotti, 33 anos, assistia ao terremoto econômico viajando entre o Nepal, Tibet e Índia. O retiro não aconteceu por mera coincidência. Ele garante que previu a desvalorização da moeda com oito meses de antecedência.

Antes de embarcar, no entanto, cumpriu o dever com os amigos: “Essa informação foi utilizada por seis banqueiros que puderam tomar as providências necessárias para combater a crise".

O paulistano José Antônio Pinotti é considerado um dos mais conceituados astrólogos do país. Em sua carteira de clientes encontram-se de banqueiros a artistas. Os nomes das celebridades que freqüentam seu consultório, próximo à avenida Paulista, são um segredo. “O sigilo garante o sucesso do meu trabalho.”

Sabe-se, porém, que o publicitário Celso Loducca, a atriz e modelo Cláudia Liz e a cantora Olivia Byington fazem parte da clientela. “Eu adquiri uma precisão muito grande, porque complemento uma ciência com a outra.”

“Eu adquiri uma precisão muito grande, porque complemento uma ciência com a outra’’
José Antônio Pinotti

Este escorpiano é astrólogo há 13 anos. Sua formação, no entanto, caminha para outra área. Ele é diplomado em engenharia de computação na Unicamp, psicologia na Universidade de São Paulo e pós-graduado em psicanálise na Sorbonne, em Paris. “O conhecimento técnico não me bastava e foi por isso que a minha vida acabou se direcionando para este lado.”

Pinotti afirma que sua margem de acertos é superior a 90%. Mas, na alta do dólar, ele foi preciso. Acertou o dia, mês e ano – 14 de janeiro de 1999. O cálculo foi baseado na análise do mapa astrológico do Brasil. A data e a hora referem-se ao momento em que Dom Pedro I bradou Independência ou Morte, às 16h08 do dia 7 de setembro de 1822. Segundo analisa, o País tem o Sol na casa 8, o que significa transformações, perdas, dívidas e sexualidade.

 

Leia Também

A independência
da estrela

Estrela das piscinas

Fivelinhas da fama

Célebres cabos eleitorais

A terapia em alta velocidade

A dentista
sobe ao palco

Clientela refinada

Um trio parada dura

O ataque continua

Chapeuzinho come
o lobo mau

Alexandre Pires
livre da culpa

Recesso maternal

Duelo de titãs

 



| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três