CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Você conhece bem os seus ídolos? Então descubra de quem estamos falando. Respostas no final da coluna.

1. Meu sobrenome é por parte de pai e é uma referência ao local em que nasci, em 1º de agosto de 1941. Antes de me tornar cantor servi na Aeronáutica. Nessa época, fui convidado para participar de um festival universitário e cheguei a formar um quarteto vocal. Em 1966, decidi ser ator e fui morar no Rio, onde virei hippie. Mas foi em São Paulo que comecei de fato como cantor no grupo Secos e Molhados. Já na carreira solo, fiquei famoso por me apresentar com pouca roupa e em performances sensuais.

2. Fui a responsável pelo assassinato de dezenas de pessoas. Mas tudo não passou de ficção. Os crimes, sempre ambientados na Inglaterra, onde nasci, seriam perfeitos se personagens como o detetive Hercule Poirot e a curiosa velhinha Jane Marple não os tivessem investigado. Sou conhecida como Rainha do Crime e Duquesa da Morte e escrevi quase uma centena de livros que conquistaram leitores de todo o mundo. O sucesso demorou a chegar. Meu primeiro livro foi recusado por vários editores. Só em 1920 publicaram O Misterioso Caso de Styles. Escrevi obras famosas como Morte no Nilo.

3. Nasci em Nova York em 1965 e aos 12 anos fui com minha família morar na Austrália. Estudei Artes Dramáticas em Sydney e estreei como ator em novelas e peças teatrais. Mas minha projeção foi no cinema. O primeiro sucesso foi Mad Max. Nas telas, onde sou ator, produtor e diretor, já lutei pela independência da Escócia e atualmente estou em cartaz mais uma vez como herói que luta para defender a família. Por falar nela, na vida real, tenho seis lindos filhos.



| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três