CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Entrevista

Gordo a Go-Go
João Gordo encontra seu espaço na grade da MTV

Ramiro Zwetsch

Foto: Divulgação
João Gordo: talk show divertido

Observando os rostos que proliferam na tela da MTV é fácil distinguir dois grupos. No primeiro entram Chris Nicklas, Edgard, Marina Person, Sabrina e Ludmila Rosa, apresentadores que transmitem credibilidade e/ou simpatia. No outro extremo, agrupam-se por características excêntricas e/ou extravagantes Thunderbird, Max Fivelinha, Marcos Mion, Hermes e Renato – sem falar nos personagens bizarros do desenho South Park.

O segundo grupo acaba de ganhar
um reforço de peso: João Gordo, que volta à emissora depois de seu afastamento por internação médica. Obeso, despachado e vulgar, o apresentador “engorda” o caldo do humor escrachado – que hoje é uma das marcas do canal musical. E o público gosta, tanto que as não menos engraçadas transmissões do Rock e Gol anotaram média de 3 pontos no Ibope.

Gordo a Go-Go (segundas, 22h30) estreou na segunda 17 com reportagens de Max Fivelinha e exibição de curtas-metragens de animação. Mas a espinha dorsal do programa é a entrevista comandada por Gordo – que se saiu bem na estréia, encarando Marília Gabriela com extrema cara de pau.
“Você não sente ciúmes de ver seu namorado dando uns ‘balaços’ naquela – como ela chama mesmo? – na Vera Fischer?”, pergunta ele, sem papas na língua. “Eu não vejo novelas”, responde ela, escorregadia.

“Você acha que a Vera Fischer é fichinha para você ?”, insiste Gordo, com a barriga transbordando para fora da camiseta. “Essa é uma pergunta jogada no lixo”, revida a apresentadora, com ironia e sem constrangimento.

Mesmo que as respostas não tragam novidade, é oportuno ver Marília Gabriela respondendo aquilo que todo mundo quer saber. E para quem aguardava revelações picantes, ela deixou escapar algumas. “O entrevistado que mais me irritou foi o Lair Ribeiro, que me disse que só é pobre quem quer”, revelou. “Hoje eu prefiro ser considerada gostosa do que uma mulher bonita”, confidenciou mais tarde. Ponto para João que, sem pretensão, conseguiu uma entrevista mais divertida e sugestiva do que outro gordo em outra estréia em outro canal.

Viva o gordo!

 

 Cinema
Bilheteria
Livros
Dália Negra
Casa Grande & Senzala
Música
Televisão

Fique de olho

No Ibope
Teatro
Exposição


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três