CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Justiça

O olhar do bad boy
Depois de faltar a duas audiências para pagar a pensão do filho, Alexandre Frota reaparece dizendo que gente como ele tem de ter esse tipo de história

Gustavo Maia

Beto Tchernobilsky
Frota cuida da imagem no lançamento de óculos com sua assinatura, na sexta 7, e se esquiva de Samantha: “Depois me acerto com ela”

Depois de ter faltado a duas audiências judiciais, que visavam a resolver a regulamentação da pensão alimentícia de seu filho Mayã, de um ano, com a modelo Samantha Gondim, 18, o ator Alexandre Frota teve seu paradeiro descoberto.

Na sexta-feira 7, ele foi o centro das atenções no lançamento de novos modelos de óculos escuros, numa feira de surfwear, em São Paulo. Cercado de modelos e lutadores de artes marciais, ele exibia alguns exemplares do modelo que leva sua assinatura.

Apesar do alvoroço, Frota está mesmo desempregado. Além do óculos A. F. e alguns outros patrocínios, o ator tem projetos. Quer voltar para a tevê, de onde está fora há sete meses. Sua idéia é apresentar um programa de esportes pouco convencionais. “Só falta a emissora”, informa.

Enquanto espera a definição de seu futuro, Frota se esquiva da Justiça e da ex-namorada Samantha, que pleiteia pensão de dez salários mínimos mensais. “Depois eu me acerto com ela”, diz Frota sobre seu não comparecimento às audiências. Para ele, este comportamento polêmico tem a ver com o seu jeito de preservar a própria imagem. “Você já viu um bad boy sem esse tipo de história?”, indaga. O ultimato a Frota já foi dado pelo juiz Ângelo Passareli, que o aguarda no tribunal no dia 9 de setembro, em Brasília.


Leia Também

A Marisa Monte que o público não vê

O olhar do bad boy

A guerra dos Mesquita

No tom de Chico César

O nosso doutor gene

Rei não paga indenização

Roberto Carlos homenageia Maria Rita

O sabor do sucesso

O charme da ex-lolita

O peso de ser ex-galã

Um novo maníaco?

Fernanda, a deusa expiatória

Sem papas na língua

David Uip, o médico celebridade

Corpos em evidência

Reduto para a gargalhada



| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três