CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA


Novela

Vale a Pena Ver de Novo
Reprise pode ter final inédito

Lilian Amarante

Foto: Divulgação
Paulo Betti e Natália do Valle:
boa trama

Se vale a pena ver novela repetida, só a rotina de cada um pode responder. Mas que vale a pena reprisar os grandes sucessos do horário nobre, isso a Rede Globo já sabe e faz há muito tempo.

E com razão. A estratégia preenche um horário difícil da programação – o começo da tarde – sem que a emissora gaste um único centavo. Eventualmente, o telespectador também sai ganhando. Por exemplo, quando pode assistir mais uma vez a O Rei do Gado, de Benedito Ruy Barbosa, uma das melhores novelas da Rede Globo. Foi exatamente a trama protagonizada por Antônio Fagundes que deu novo fôlego ao morno Vale a Pena Ver de Novo. A novela, reprisada no final do ano passado, chegou a dar média de 29 pontos no Ibope – audiência recorde para o horário e maior que da inédita Força de Um Desejo, apresentada na mesma época às 18hs. Logo em seguida, a Globo colocou no ar Tropicaliente, mas a pontuação voltou a cair e o folhetim cedeu lugar para uma novidade: reprise com final inédito.

A possibilidade surge com A Próxima Vítima, que estreou dia 10. Quem ainda não esqueceu o final da novela protagonizada por José Wilker
já pode contar com o incerto. Na época, a novela provocou tamanho frisson que foram gravados quatro finais. Em Portugal – um dos 22 países que compraram a novela – o final foi diferente. Na verdade, as quatro versões já foram ao ar, em algum momento e país. Resta saber quem será o culpado dessa vez.

Vale a pena conferir

 

 Cinema
Bilheteria
Livros
Ogum, o Rei de Muitas Faces
Mestre King
Música
Televisão

Fique de olho

No Ibope
Teatro


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três