CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

por Marcelo Zanini

Carlos Zara

Prensa Três
Em 1973, Carlos Zara fez mechas loiras no cabelo para interpretar Marcos na primeira versão de Mulheres de Areia, na extinta TV Tupi. Hoje, aos 70 anos, continua contratado da Rede Globo: “Aguardo um novo papel”

Até nos intervalos de gravação, Carlos Zara posava de galã. O ano era 1973. O ator vivia Marcos, o protagonista da primeira versão de Mulheres de Areia, na extinta TV Tupi. Para arrancar suspiros das fãs, Carlos Zara deixou o cabelo cacheado crescer e fez mechas loiras. “O personagem era bom moço e exigia visual cuidado”, comenta ele, que era também o diretor da novela.

Ele dirigia Eva Wilma, intérprete das gêmeas Ruth e Rachel, e com quem se casaria quatro anos depois. O casamento dura mais de duas décadas e, coincidentemente, ambos acumulam 46 anos de carreira e 30 novelas cada. Há alguns anos, o ator foi acometido por uma polineurite – inflamação que afeta os nervos motores. Nem por isso deixou de trabalhar. Com duas próteses nos tornozelos e a ajuda de uma bengala, Zara atuou, entre abril de 1998 e dezembro de 1999, no seriado Mulher.

Aos 70 anos, o ator emociona-se ao lembrar daquela época: “Foi um dos papéis mais importantes da minha vida”. Carlos Zara continua contratado da Rede Globo, aguardando novo papel, enquanto aplaude a estréia da mulher na peça Madame, em São Paulo.



| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três