CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK
 BUSCA

Animação

Dinossauro
Animais pré-históricos ganham vida em produção da Disney

Alessandro Giannini

Divulgação
Os dinossauros dublados por Hebe Camargo, Nair Belo, Malu Mader e Fábio Assunção

Não se pode dizer que os dinossauros são uma moda. Desde o início do cinema, os animais pré-históricos parecem nunca ter sido extintos. Recentemente, passaram por um revival sensacional em Parque dos Dinossauros e O Mundo Perdido, que Steven Spielberg dirigiu inspirado nos livros homônimos de Michael Crichton. Agora, os estúdios Disney saem-se com este fascinante Dinossauro, de Ralph Zondag e Eric Leighton.

Prodígio de uma técnica de última geração, o filme mistura cenários reais com animação por computador, criando uma sensação de realidade que enche os olhos. Durante dezoito meses, duas equipes rodaram o mundo em busca de paisagens que pudessem servir de pano de fundo para esta aventura cretácea. O filme, no entanto, tem algo mais do que o visual. Tem conteúdo dramático, ditado por um excelente roteiro, escrito por John Harrison e Robert Nelson Jacobs. A dupla baseou-se no original de Walon Green, conhecido por textos memoráveis como o do drama Terra de Paixões.

Não por acaso, a saga do iguanodonte Aladar (voz de Fábio Assunção, na versão dublada em português) tem um quê de faroeste. Principalmente a partir da segunda parte, após uma chuva de meteoros, quando o lagarto deixa a ilha onde foi criado por uma família de lêmures para ganhar o continente e se juntar a uma manada.

Aladar e sua família de símios integra-se ao grupo chefiado pelo tirânico Kron (Leonardo José) e seu parceiro Bruton (Sérgio Fortuna). Eles estão procurando o caminho mais curto para o “paraíso dos ninhos”, uma espécie de refúgio dos predadores e da devastação do mundo exterior.

Durante a peregrinação, além dos perigos e dos conflitos, muito humor e romance. O humor, pontuado por duas velhas dinossauras, a estiracossaura Eema (Nair Belo) e a braquiossaura Baylene (Hebe Camargo). E o romance, pela presença da irmã de Kron, Neera (Malu Mader).

Faroeste pré-histórico

Leia entrevista com Malú Mader e Fábio Assunção
Leia entrevista com Hebe Camargo e Nair Belo

 Cinema
Bilheteria
Livros
Katia Zero
Ofensas Pessoais
Música
Televisão
Fique de olho
No Ibope


| ISTOÉ ONLINE | ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA |ÁGUA NA BOCA |EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2000 Editora Três