CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA

 

Festa

Luxo e improviso
Na festa mais disputada e glamourosa dos últimos tempos em São Paulo, famosos vão ao Jockey Club e submetem-se a um empurra-empurra chique para celebrar os 25 anos da Vogue Brasil

Cesar Taylor
Fotos: Júlio Vilela

Veja
as fotos

Represado por anos de tendências e modismos, o luxo voltou com mais entusiasmo do que o esperado na terça-feira 13. Para muitos foi a festa do ano. Para outros, um empurra-empurra de bacanas vestidos a caráter. Os três salões, o bar, o jardim e as arquibancadas do Jockey Club de São Paulo não foram suficientes para acomodar os convidados para o aniversário de 25 anos da revista Vogue Brasil e de 40 anos do tecido Lycra, da Rhodia. Foi uma profusão de lantejoulas, paetês, jóias verdadeiras e falsas tilintando noite adentro. Houve muito glamour. E muita divulgação de um evento que acabou ultrapassando as expectativas de seus organizadores. Sem dúvida, foi um sucesso. E tanto, que acabou comprometendo o conforto. Eram esperados 3.500 convidados. Compareceram mais de 7 mil.

Chegar aos banheiros ou encontrar um copo limpo eram missões árduas. Alguns foram à luta, tomando Möet & Chandon em latas de energéticos ou mesmo no gargalo. O apresentador Zeca Camargo, por exemplo, confiscou uma garrafa e algumas taças. “Assim fica até mais divertido”, disse. Quem teve menos senso de humor saiu contrariado, como a cantora Zizi Possi que, ao lado do namorado, Marcelo Bueno, abandonou a festa sem nem provar o bufê preparado pelo chefe Charlô, com caviar e camarões. “Ai, Raí, isso aqui está muito cheio”, reclamou ao cruzar com o craque do São Paulo na saída. Outra que saiu cedo foi a atriz Carolina Ferraz, ao lado do namorado, Murilo Benício. “É muita gente”, resumiu. Luciano Huck e a atriz Danielle Winits cumprimentaram meia dúzia de rostos conhecidos e saíram. O apresentador do Caldeirão do Huck e sua nova “amiga” foram para o restaurante Ecco.

O empurra-empurra começava na fila do estacionamento, continuava pelo corredor de acesso e desembocava no lobby, coberto por uma nuvem de charutos cubanos. Dali em diante, três possibilidades: um salão com pista aberta para dançar jazz-funk e disco, outro com mesas e um bufê ao som de big band eletrônica, e a marquise. Os mais dispostos foram à sala de apostas do Jockey, transformada em uma “rave” black-tie que durou até os primeiros raios da manhã.

Hebe Camargo, uma das convidadas de honra, ficou em casa se recuperando da última lipo, feita um dia antes. Outros fizeram qualquer sacrifício para ir à festa. O ator Vitor Fasano deixou de lado a construção de sua nova casa na Ilha de Guaratiba, no Rio, local onde ele se dedica há quatro meses ao projeto Refazenda, que oferece cursos profissionalizantes. A ex-modelo Cláudia Liz, separada há quatro meses do publicitário Celso Loducca, utilizou os holofotes para apresentar seu novo namorado, Gianpiero Gadotti. Rita Lobo aproveitou para contar as novidades de seu site de receitas culinárias. Outra que descreveu suas aventuras on-line foi a ex-modelo Luiza Brunet. Ao lado do marido, Armando Fernandez, ela anunciou que dentro de dois meses lançará um site próprio.

A pequena saia-justa da noite ficou por conta de dois personagens da campanha presidencial de 1989. Exuberante em um tubinho prateado, a atriz Cláudia Raia perdeu o rebolado ao deparar com o ex-presidente Fernando Collor, que chegara por volta da meia-noite com sua mulher Rosane. Escaldada pela repercussão de seu apoio na campanha e pelas insinuações, na época, de um affair entre ela e o ex-presidente, Cláudia deu um sorriso amarelo e saiu rapidinho em outra direção escoltada pelo marido, Edson Celulari. Já Rosane Collor, loira e bronzeada, passou a noite entre as novas amigas Beth Szafir e Márcia Zogbi. “Veja como estamos sendo bem recebidos em São Paulo”, concluiu a ex-primeira-dama, claramente em campanha. Desta vez, para o lugar de Nicéia Pitta.

Leia Também

A reconstrução do mito

O príncipe quer ser plebeu

Crime no refúgio dos tucanos

Luxo e improviso

A nova empreitada de Scheila Carvalho

Cansado de ser o certinho

O forró mostra a nova cara

A guardiã das araras-azuis

De engraxate a dono de castelo

Um suplente enrolado

O amigo do rei

O pulo da maneca

“Quero meu troféu”

O dono da vacina em pó

O goleiro vai para o ataque

Biquíni cavadão

 

© Copyright 1996/2000 Editora Três