CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 




Revisitadas por uma visão mais moderna, com assimetrias e cores renovadas, as clássicas “pois” dos anos 50 estão de volta

Texto e edição: Erica Benute
Arte: Edson Pires

Clique nas bolinhas para ver as fotos
Na moda, nada se cria. Tudo se recria. Máxima que é colocada em prática com toda força no retorno das belas, charmosas e sempre elegantes “pois”. As bolinhas tão exploradas dos anos 50 aparecem em sua versão 2000 com toques de modernidade. Vale desde sua forma mais clássica, tecidos em fundo azul ou preto com bolas brancas do tamanho de uma ervilha (petit-pois), até ousadias, como círculos gigantes coloridos de roxo ou laranja. “A mulher de hoje não é mais aquela ingênua dos anos 50, ela é poderosa, sensual e segura e as novas “pois” refletem isso”, diz Carla Cavallari, gerente da Maria Bonita. No catálogo da grife, por exemplo, podem ser encontradas camisas com bolas assimétricas e coloridas, mas sempre se mantendo tecidos nobres como crepe georgette. “É uma volta romântica da moda mas que preserva o tom da mulher atual”, diz Carla. Nada impede, por exemplo, que uma saia de bolinhas seja combinada com botas e um casaco de couro. Mas há uma séria contra-indicação. Para Carla, a liberdade da escolha das bolinhas termina no momento em que elas tomarem conta de todo o cenário: “Vestir-se com calça de bolas pretas e camisa de bolas brancas seria o crime da estação”.
© Copyright 1996/2000 Editora Três