CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

Você conhece bem os seus ídolos? Então descubra de quem estamos falando. Respostas no final da coluna.


1. Falo o que quero, sem papas na língua. Algumas pessoas ainda se assustam com meu jeito agressivo, gesticulador, quando falo em minha coluna eletrônica de um grande telejornal. Sou cineasta, responsável por filmes como Eu Sei que Vou
te Amar e Tudo Bem. Hoje, no entanto, além da tevê escrevo livros e roteiros e cuido de minhas duas filhas.

2. Sou garota sangue-bom, carioca beleza. Anos atrás, encantei a molecada como cantora da Blitz, mas preferi a carreira solo e me dei melhor ainda. Hoje, da formação original, só eu e o Lobão continuamos em evidência. Mas cada um
na sua. A minha, é da lata ou, no mínimo, a 40 graus. Mas apesar desse papo todo, sou a maior mãezona, sacô bixo?

3. Tive uma vida de contradições. Por exemplo, fui pobre e epilético, filho
de um pintor de paredes mulato e de uma portuguesa de prendas domésticas, neto
de escravos alforriado. Nasci no Morro do Livramento, Rio de Janeiro, em 1839, já então sofrendo com o descaso das autoridades com as imundícies, tanto as chãs quanto as morais. No entanto, sou hoje considerado o maior romancista brasileiro de todos
os tempos. Em obras como Dom Casmurro e Memorial de Aires, eu demonstrei como
o Brasil importa idéias da Europa e as aplica de forma errada.

© Copyright 1996/2000 Editora Três