CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 Cinema
Exposição
Livros
Música
Teatro
Televisão

Soul

Volume 2
Wilson Simoninha lança bom CD de “samba-funk-pop-cool”

Guga Stroeter

Fernando Lazlo
Simoninha: o swing dos anos 60 e 70

Vivemos dias de reboliço. A pirataria, o mp3, a decadência do pagode e do axé colocam uma interrogação sobre o destino do cenário musical brasileiro. No entanto, as crises trazem sempre o desabrochar de novas tendências. E é com alegria que começamos a reconhecer o talento de uma nova geração de artistas que tem algo a dizer. Vale a pena conferir o trabalho de Wilson Simoninha, que em seu primeiro CD recupera o swing e o samba-jazz dos anos 60, transformando-os em uma possibilidade real de boa música.

Simoninha empresta do jazz a sofisticação melódica e harmônica, e do samba o sincopado. Esses ingredientes recebem o tratamento de bons instrumentistas e do uso inteligente de sintetizadores para tornarem-se algo difícil de rotular, mas que soa como “samba-funk-pop-cool”. O disco também aponta para uma nova geração de produtores como Daniel Carlomagno e Jairzinho Oliveira, que trabalham com cuidado artesanal em favor da nova música, cada vez mais associada às mixagens. Em Volume 2 prevalece o bom gosto e a honestidade de tornar evidentes as referências (e reverências): Jorge Ben, Wilson Simonal, Moacir Santos e Johnny Alf, sem nostalgia e sem aquela chatice de “os bons tempos estão de volta”. O melhor tempo é agora.

Boas novas

© Copyright 1996/2000 Editora Três