CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 Cinema
Exposição
Livros
Música
Teatro
Televisão

Foco

Sem legenda

Se nos circuitos de cinema o filme nacional ainda precisa brigar – e muito – por espaço, nas videolocadoras a nossa produção acaba de fechar uma parceria importante para garantir a distribuição. A gigante Warner é a mais nova distribuidora dos longas-metragens da Rio Filme. O trabalho conjunto das duas empresas começou com Orfeu, de Cacá Diegues, em 1999, e só nesse mês de maio, quatro novos títulos brasileiros estão disponíveis em vídeo: Um Copo de Cólera, de Aluizio Abranches, com Julia Lemmertz e Alexandre Borges; Tiradentes, de Oswaldo Caldeira, com Humberto Martins e Paulo Autran; Kenoma, de Eliana Caffé, com José Dumont e O Primeiro Dia, de Walter Salles e Daniela Thomas, estrelado por Fernanda Torres e Matheus Nachtergaele.

Já no comecinho do mês de junho, chegam às locadoras o longa-metragem de José Zaragoza, Até Que a Vida Nos Separe, e o documentário de Aurélio Michiles, O Cineasta da Selva, baseado no trabalho do cineasta Silvino Santos, que produziu dezenas de filmes sobre a Amazônia do começo do século. O pacote é irregular em termos de qualidade. Os destaques são Kenoma, de Eliana Caffé, e O Primeiro Dia, de Walter e Daniela. Mesmo assim, é sempre bom ver crescer o espaço dedicado ao filme nacional. (L.A.)

© Copyright 1996/2000 Editora Três