CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

Família

O primeiro bisneto de ACM
Com nove semanas de gestação, Carolina Magalhães, neta do senador baiano, começa os preparativos para seu casamento com o empresário Raphael Guinle em julho

Cândida Silva, de Salvador, e Marcelo Zanini, de São Paulo*

Carolina e Raphael no carnaval, estiveram em Salvador e no Rio

Na primeira quinzena de dezembro a família Magalhães terá um novo membro. Grávida de nove semanas, Carolina Magalhães, 21 anos, neta do senador Antônio Carlos Magalhães e filha do falecido deputado Luís Eduardo Magalhães, dará à luz o primeiro bisneto do presidente do Senado. Ela se casará em julho com o empresário Raphael Guinle, 28 anos, seu namorado há seis meses. “Nunca senti vontade de casar com ninguém, mas com o Raphael é diferente. Penso nele o dia inteiro”, diz Carolina, que esteve em São Paulo no último fim de semana comprando seu enxoval. “Olhamos algumas peças, ainda não escolhemos nada, mas com certeza será da Daslu”, disse a mãe da noiva, Michele Marie. A sofisticada boutique paulistana não foi escolhida por acaso. Eliana Tranchesi, dona da Daslu, é amiga de ACM e será madrinha de Carolina. Já Raphael não quis comentar a união: “Não quero expor nossas vidas, não é meu perfil”.

Carolina e Raphael Guinle conheceram-se no Torneio de Tênis de Itaparica em novembro passado. O anúncio público do romance veio no Reveillón em Salvador, quando o casal deixou-se fotografar aos beijos. No Carnaval, Carolina e Raphael deixavam claro que o namoro ia de vento em popa, aparecendo juntos tanto na Bahia quanto no Rio. Mas a notícia da gravidez deixou perplexa a família Magalhães, que vem há meses organizando um outro casamento, o de Paula, 22 anos, irmã mais velha de Carolina. Há quatro anos ela namora o engenheiro Arnaldo Gusmão, 28 anos, com quem se casa em dezembro. Coube a ela contar ao avô a inesperada chegada do primeiro bisneto. Segundo uma pessoa próxima a ACM, ele não gostou da novidade e exigiu que a neta se casasse com separação total de bens. Ele teria chegado a lamentar que Carolina não se comportasse como a irmã, que é avessa a badalações e aparece pouco em colunas sociais.

MODELO BAIANA Carolina é a filha do meio de Luís Eduardo e Michele. Seu irmão mais novo é Luís Eduardo Magalhães Filho, o Duquinho, que acaba de fazer 18 anos. Ela estudou no Colégio Diplomata, freqüentado por filhos dos políticos e socialites de Salvador. Ao contrário da irmã, que ainda hoje na Universidade Católica de Salvador tem média 8,5 no curso de Economia, ela não passava de 6,5 no colégio. Carolina cursa agora Administração também na UCSAL e trabalha na Secretaria Estadual da Indústria e Comércio, como assessora de eventos. Com o casamento, Carolina irá morar em São Paulo. Ela já está fazendo sua transferência para a Universidade Paulista (UNIP), em São Paulo, onde quer concluir seu curso, fazer pós-graduação em marketing e, quem sabe, retomar a carreira de modelo depois do nascimento do bebê.

Olhos verdes e cabelos pretos, Carolina tentou há quatro anos investir na profissão, apesar dos 53 quilos distribuídos em 1,60 metro de altura. Fez alguns desfiles para grifes baianas, mas não deslanchou. Para manter a forma, ela fazia ginástica todos os dias na academia Julião Castelo, a mesma das dançarinas Scheila Carvalho e Sheila Melo, do É o Tchan. Desde que teve a confirmação da gravidez, parou. Sua beleza sempre atraiu olhares masculinos e não faltam no seu currículo ex-namorados. Um deles é o empresário da banda Dr. Cevada, Adriano Rangel, irmão de Marcelo e Cristiano, namorados respectivamente, da cantora Ivete Sangalo e da atriz Luana Piovani. “Ela é uma garota legal mas não dá um passo sem autorização da família”, diz Adriano. Outro foi o músico Marcelo Szabo, que trabalhou e namorou com Elba Ramalho. Mesmo separado há um ano de Carolina, continua seu amigo. “Ela ligou para pedir meu endereço. Falou que está feliz em se casar”, diz o músico.

FAMÍLIA TRADICIONAL Discreto, Raphael Guinle pode ser considerado um bom partido. “Ele é quase um lorde, um príncipe”, diz a apresentadora Fernanda Lima. Presidente da empresa Check Point Brasil, de equipamentos de segurança, Raphael Guinle vem de uma tradicional família carioca. Seu pai, Luiz Eduardo Guinle, e seu tio, o playboy Jorginho Guinle, herdaram o Hotel Copacabana Palace dos pais, os irmãos Otávio e Jorge Eduardo Guinle. Há dez anos, o hotel foi vendido mas, ao contrário de Jorginho, que continuou bon vivant, Luiz Eduardo abriu três empresas do setor imobiliário e tornou-se fazendeiro. Ele não demonstra empolgação ao falar do casamento do filho. “Os dois sabem o significado de um casamento e este assunto diz respeito a eles”, disse.

Raphael é o mais velho de quatro irmãos: a atriz Guilhermina Guinle, 25 anos, Carlos, 21 anos, e Pedro, 13. Estudou na Escola Graduada de São Paulo, conhecida como Escola Americana, e formou-se em Administração na Boston University, nos Estados Unidos. Segundo Guilhermina, há algum tempo o irmão pensa em casar. “Eles estão felizes, acho que vai dar muito certo”, diz. Sua prima Georgiana, filha de Jorginho, faz coro: “Estão superapaixonados, torço por eles”. Raphael confidenciou ao piloto de Fórmula Mundial Tony Canaã, que temia publicidade. “Ele sempre levou a sério a relação e teve medo, no início, que achassem que era promoção”, conta.

O casamento será em Salvador, mas o local não está definido. Com o ritmo acelerado das decisões, a data já foi trocada algumas vezes. A primeira seria 24 de julho. Depois, 22. Agora estabeleceu-se o dia 15. Entre os padrinhos do noivo estão seu primo Felipe Nabuco e a irmã Guilhermina. Na festa, uma convidada garante presença. É Adriane Galisteu, que conhece o empresário há seis anos. Foi ela quem deu as credenciais de Raphael para a sogra, Michele. “Falei que Carol não poderia ter escolhido melhor. Sou presença garantida nesse casamento.”

* colaborou Viviane Rosalem, do Rio

Colaborou Vivviane Rosalem, do Rio

© Copyright 1996/2000 Editora Três