CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS
 INTERNET
 CLICK 
 BUSCA
 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

Você conhece bem os seus ídolos? Então descubra de quem estamos falando. Respostas no final da coluna.


1. Bossa Nova sempre foi a minha praia. Aliás, praia mesmo é Ipanema, a qual homenageei com uma canção para sua garota mais bonita. Ao lado do Vinícius de Morais criei alguns clássicos como “Chega de Saudade” e “Água de Beber”. Tive quatro filhos em dois casamentos, mas minha maior paixão sempre foi a música, à qual fui iniciado pelo maestro alemão Hans-Joachim Koellreutter. Ao lado de João Gilberto, fui um dos criadores de um dos mais importantes movimentos musicais do mundo. Minhas composições estãoš entre as principais obras da MPB do século 20.

2. Nasci no Crato, em 1844, fiz voto de castidade aos 12 anos e fui ordenado em 1870. Embora padre, fui o estopim da Revolta de Juazeiro, um conflito entre os poderosos locais e o governo federal. Mas não é por isso que sou lembrado, e sim pela fama de santo milagreiro que fiz entre a população sertaneja. Minha influência sobre o povo era tanta que tornei-me prefeito de Juazeiro, por 15 anos. A fama só aumentou após minha morte,
em 1934. Minha estátua hoje é ponto de peregrinação.

3. Meu nome é Nélson de Jesus da Silva, mas andam me chamando de “a muralha”. Sou um baiano mal-humorado de 1,95 metro, de musculatura flexível, e assusto batedores de pênalti. Tenho apenas 26 anos, mas já fui campeão da Bahia, de Minas Gerais, da Copa do Brasil, do Brasileiro e do Mundial de Clubes da Fifa. Como resultado, sou o titular da seleção desde a Copa América, na qual também fui campeão.

 

© Copyright 1996/2000 Editora TrÍs