CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS

 BUSCA

 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

  DINHEIRO PLANETA ISTOÉ
 
   

 

Por onde andam

O peso de um passado super-fantástico
Simony, Tob, Mike e Jairzinho, a Turma do Balão Mágico que vendeu 10 milhões de discos, são artistas com o desafio de ter o sucesso da infância



Alessandra Nalio e Flávio Sampaio

Tob, Simony, Mike e Jairzinho. “Foi o último programa inocente para crianças”, diz Mike, filho de Ronald Biggs
 
Clique nas fotos para ver as respectivas reportagens
 
 

Quatro jovens artistas têm um sonho: voltar a fazer o sucesso que tiveram na infância. Dezoito anos depois do auge, em 1982, o mais difícil para eles é a certeza de que o brilho de suas carreiras foi entre 7 e 12 anos. Simony, Tob, Mike e Jairzinho, ex-integrantes do grupo Turma do Balão Mágico, invadiram os corações de milhões de crianças no Brasil no início dos anos 80. Venderam mais de 10 milhões de discos, número alcançado antes só pelo rei Roberto Carlos. Por cinco anos, os garotos apresentaram um programa diário na Rede Globo, o Balão Mágico. Hoje, cada um dos ex-meninos prodígio corre atrás do antigo sucesso de diferentes formas. Simony, aos 23 anos, termina de gravar seu novo disco com influências da música negra e fechou um contrato para posar nua, pela segunda vez. Jairzinho, 25 anos, filho do cantor Jair Rodrigues, é sócio de uma produtora musical e prepara o lançamento de seu disco solo em junho deste ano. Mike, 25 anos, é o único casado e pai de uma filha de dois meses. Divide seu tempo entre a internet, administrando o site do pai, o inglês Ronald Biggs, famoso assaltante do trem pagador em 1963, e os shows da sua banda Gruviola. Estudante da escola de artes cênicas Macunaíma, Tob é o mais velho. Chegou a trabalhar com o irmão numa metalúrgica no ABC Paulista e foi assistente de edição numa produtora de vídeos. Aos 29 anos, está com casamento marcado para o próximo ano e tenta iniciar uma carreira de ator, depois de redescobrir o próprio talento na faculdade de Rádio e Tevê. Embora tenham o objetivo comum de resgatar a fama do passado, os amigos dessa infância superfantástica nunca mais se encontraram. Colaborou Luís Edmundo Araújo (RJ)

 


Copyright 1996/2000 Editora Três