CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS

 BUSCA

 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

  DINHEIRO PLANETA ISTOÉ
 
 

Perfil

Giovanna colhe os frutos

Gabriela Mellão

Divulgação
Depois de impressionar o diretor Bruno Barreto, em Bossa Nova, Giovanna Antonelli estrela a próxima novela das oito

Foi preciso um papel secundário nas telinhas para a atriz carioca Giovanna Antonelli, 24 anos, chegar ao cinema. “Me impressionei com a energia dela”, diz o diretor Bruno Barreto, que a convidou para estrear nas telonas em grande estilo: ao lado de Antônio Fagundes, Pedro Cardoso, a norte-americana Amy Irving e Débora Bloch - no filme Bossa Nova, ainda em cartaz no Brasil. “Giovanna é uma ótima atriz. Pretendo trabalhar com ela novamente”, acrescenta Barreto.

Depois do reconhecimento do respeitável diretor indicado ao Oscar em 1998, Giovanna começa a colher os frutos de seu trabalho. A atriz carioca que começou a fazer teatro amador aos 11 anos de idade e estreou na televisão em papéis para lá de secundários – ajudante de Angélica e apresentadora dos sorteios Papa-Tudo –, vai viver seu primeiro trabalho no horário nobre da Rede Globo: é uma das estrelas de Laços de Família, a próxima novela das oito, que estréia dia 5 de junho. Será Capitu, uma universitária que, para sobreviver, trabalha como garota de programa. “Estou encantada com a personagem. Só agora começo a provar que minha capacidade vai além de papéis de garotas adolescentes”, diz.

Desde 1994, quando terminou a oficina de atores da Rede Globo e estreou a carreira em teledramaturgia, na novela Tropicaliente – e mesmo após atuar em Tocaia Grande, Xica da Silva (na extinta Manchete), Corpo Dourado e nos 30 primeiros capítulos de Força de um Desejo (Globo) – sempre interpretou menininhas. “Se hoje mostro versatilidade, trabalho com Bruno (Barreto) e faço novela das oito não é porque apareci ontem. Ralei para caramba para chegar onde estou”, conta Giovanna, que é filha de um cantor lírico e de uma ex-bailarina. “Mas o fato de ter pais artistas nunca me abriu portas, consegui tudo sozinha”, esclarece. A atriz exala segurança, mas quando estava começando sofreu decepções como qualquer aspirante a atriz. “Já fui recusada em vários testes. A diferença é que nunca encarei como derrota, aceitei respostas negativas pensando que talvez não fosse a hora certa”.

Se a vida profissional vive seu auge, o mesmo acontece com a pessoal. Giovanna comemora o primeiro mês de casamento com o publicitário Ricardo Medina, 27 anos. “Está lindo”, diz ela, direto do apartamento do casal, ainda em obras. Giovanna credita a fase cor-de-rosa de sua vida à maturidade de saber esperar o momento certo. “É sem ansiedade que a gente colhe. Tenho planos de continuar a plantar e colher durante toda a vida.”

Copyright 1996/2000 Editora Três

LEIA
TAMBÉM
 Cinema
Missão: Marte
A Lenda do Pianista do Mar
As Cinzas de Ângela
Bilheteria
 Livros
O lobo atrás do espelho
Novidades da Bienal
Ana Maria Machado
Best-sellers
 Música
Lusofonia
Africando
Plebe rude
Coleção
Dez vezes Garota
Hits
 Exposição
Êxodos
Galerias
 Teatro
Brasil Outros 500
 Televisão
O Canto de Ariano
Muvuca
Top TV
Giovanna colhe os frutos
No Ibope
Fique de olho
 Internet
Maria
O egoísta