CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS

 BUSCA

 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

  DINHEIRO PLANETA ISTOÉ
 
 

A Via Crucis de Marcelo Antony, Miguel Falabella, Diogo Vilela e Letícia Spiller em Nova Jerusalém

Leandro Pimentel

O espetáculo A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, na Sociedade Teatral de Fazenda Nova, vila localizada a 180 km de Recife, é encenado desde 1968. Neste ano, está reunindo o mais estrelado elenco de sua história. Entre os mais de 500 atores escalados, estão nesta versão Miguel Falabella, no papel de Herodes, Diogo Vilela, como Pôncio Pilatos, Letícia Spiller, como Madalena, Marcelo Antony, interpretando o apóstolo João, e Patrícia Pillar, como Maria (leia reportagem à página 62). Dos papéis principais nas mãos de globais, a exceção foi Jesus, vivido pelo ator pernambucano Marcelo Valente. A trupe global desembarcou na quarta-feira 12 para os primeiros ensaios. As apresentações começaram na sexta-feira 14 e se estendem até o domingo de Páscoa, dia 23. Marcelo Antony, acostumado a viver com seu telefone celular para cima e para baixo, deu um jeito de colocá-lo preso ao cinto de seu figurino. “Sou um apóstolo moderno, converso com Jesus pelo celular”, brincava. Arrancou gargalhadas da colega Letícia Spiller, que arrumava a peruca de longos cabelos negros para incorporar Madalena. “Gosto de cabelo comprido e estou deixando o meu crescer”, confessou a atriz. Apesar das madeixas, Letícia foi reconhecida pelo filho Pedro, 3 anos, que a acompanha na viagem. Na tarde da sexta-feira 14, depois do ensaio, Miguel Falabella relaxou. “Estou adorando fazer o Herodes este ano. Gosto deste clima de festa e euforia. O Pilatos é muito chato, caretão”, desabafou Falabella, que interpretou Pilatos no ano passado. Já Diogo Vilela se preocupava com a maquiagem. Para esconder a calvície, pediu para o maquiador Juscelino Dutra usar pancake preto. “Ele também gosta que passe bastante pancake em volta das pálpebras, papadas e do nariz”, disse o maquiador. Numa das tardes, Letícia aproveitou o pouco tempo livre para passear a cavalo com o filho. “Sabia que podia trazê-lo porque teria paz e tranqüilidade”, disse ela. Letícia só desgrudou do menino na noite do sábado 15, quando foi conferir o forró da cidade na casa Bacanal de Herodes, junto com Falabella, Antony e Diogo. Dançou a noite toda com um dos figurantes. Marcelo Antony, sem muito molejo, também arriscava passos com uma fã. O elenco deixou o lugar por volta das quatro da manhã. No dia seguinte, Letícia acordou cedo para uma sessão de ioga. “Você acha que assim vai perder as calorias do cuscuz que você comeu?”, brincava Miguel Falabella. “Pelo menos tento buscar o equilíbrio em alguma coisa”, respondeu a atriz, bem-humorada.

LEIA
TAMBÉM

A Via Crucis de Marcelo Antony, Miguel Falabella, Diogo Vilela e Letícia Spiller em Nova Jerusalém

Cacique Iabaday não quis ferir cacique ACM

Troféu de cortesias

A primeira vez de Dercy

Nívea Stelmann fez a festa

Diva do bom-humor

Maratona da vitória de Piquet

Paula Toller a 120

Duplo parabéns de Taís

 

Copyright 1996/2000 Editora Três