CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 EXCLUSIVAS

 BUSCA

 ASSINE O BOLETIM
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ASSINATURAS
 FALE CONOSCO
 EXPEDIENTE
 PUBLICIDADE

 

  DINHEIRO PLANETA ISTO╔
 
 

 

Você conhece bem seus ídolos?
Então descubra de quem estamos falando. Respostas no final da coluna.

1. “Só o amor constrói” é minha frase favorita. Antes de ter a barriga mais bonita do País, fui pescador e surfista. Hoje embolso mais de R$ 15 mil só para desfilar por um dia como modelo. Nasci no Rio de Janeiro, neto de alemães, mas prefiro uma praia no sul do Brasil para viver, onde me alimento de peixes, verduras e água de coco. Meus amigos me conhecem por alusão a um povo guerreiro africano. Interpretarei um instrutor de esqui aquático na próxima novela das oito.

2. Sou uma primeira-dama muito ligada ao problema dos dependentes químicos e dos desamparados. Aprendi a lidar com eles a partir dos 12 anos, quando visitava os orfanatos
de Campos, onde nasci, para entregar lanches. Continuei fazendo esse trabalho no programa assistencialista de rádio que comandei por 16 anos. Sou descendente de libaneses e tenho nove filhos, cinco deles adotados. Gosto muito de crianças, mas não é por isso que tenho o apelido de “garotinha”.

3. Órfão aos 9 anos, tive de aprender muitos ofícios, entre eles os de tropeiro e de minerador. Mas quando adulto, também trabalhei numa profissão que me deu o apelido pelo qual sou até hoje conhecido. Participei ativamente de um grupo que discutia os destinos do País. Tudo ia bem, eu liderava o grupo, quando acabamos delatados por um traidor. Meus iguais jogaram os ideais pela janela e pediram clemência. Fui o único a não baixar a cabeça. Acabei perdendo não apenas a ela, mas também o restante
do corpo, exposto em praça pública.

1. Paulo CÚsar Fahlbusch Pires, o Paulo Zulu, modelo
2. RosÔngela Assed Matheus, a Rosinha, primeira-dama do Rio
3. Joaquim JosÚ da Silva Xavier, o Tiradentes

 


Copyright 1996/2000 Editora Três