Celebridade  
Prensa Três

Os cabelos curtos, a armadura
e a espada caracterizavam a guerreira Joana D’Arc, personagem vivido por Esther Góes no teatro há 21 anos.

• • •
   Leia colunas anteriores

Esther Góes

por Nádia Pontes

Alexandre Sant'Anna
Ao completar 35 anos de carreira, a atriz está na novela Prova de Amor, da Record, e se prepara para estrear uma peça ao lado
do filho, Ariel Borghi
Enquanto os convidados aguardavam para assistir à peça Santa Joana, de 1985, Esther Góes surgia ao longe, do lado de fora do Teatro Elis Regina, montada num cavalo branco. O animal não subia ao palco: a atriz o deixava em uma baia improvisada e corria para junto do elenco. Ela interpretava Joana D’Arc, guerreira francesa que a inspirou a produzir o espetáculo. “Produzi aquela peça a duras penas, foi um daqueles grandes esforços que se faz de vez em quando na vida”, lembra a atriz. Foram seis meses em cartaz e boas histórias para contar. “O cavalo me trouxe um grande problema. Ele comeu toda a grama do teatro e tive que replantá-la”, recorda-se, às gargalhadas. O momento mais engraçado, porém, foi quando Esther discutiu com um funcionário do local, que fazia um reparo com ajuda de um martelo. Ela se preparava para entrar em cena vestida de santa e as marteladas não cessavam, apesar das seguidas reclamações junto à direção. “Eu tive um ataque e me vi aos berros com o rapaz. Ele ficou assustado, afinal eu estava vestida de santinha e ele não fazia idéia de quem eu era”, diz. “Imagine se o público visse aquela cena!” Este ano, Esther Góes completa 35 anos de carreira, muitos deles dedicados ao teatro. Feliz com o papel de Beatriz Luz na novela Prova de Amor, da Record, a atriz diz que vive todos seus personagens com muita intensidade. “Não faria algo para estar somente em evidência; isso gera um vazio muito grande.”