CAPA
 ÍNDICE
 BASTIDORES
 ENTREVISTA
 Seções
 URGENTE
 QUEM SOU EU?
 IMAGENS DA  SEMANA
 DIVERSÃO & ARTE
 MODA
 AGITO
 LUA DE MEL
 ACONTECEU
 TRIBUTO
 CELEBRIDADE
 TESTEMUNHAS DO  SÉCULO 
 Coluna
 EXCLUSIVAS

 

  DINHEIRO ISTOÉ
 
 

 

Entre o coração e a promoção

Foto: Edu Lopes

Convidado por um de seus patrocinadores, a Mastercard, a subir ao camarote, Eddie Jordan (de amarelo), dono da escuderia Jordan, teve de livrar seus anfitriões de uma saia justa. O presidente da empresa no Brasil, Desmond Rowan, e seu diretor de marketing, Roberto Puccetti (de óculos), não sabiam dizer para quem torciam: o brasileiro Rubens Barrichello ou os dois pilotos da equipe patrocinada, Heinz-Harald Frentzen e Jarno Trulli. “O profissional torce pela Jordan, mas o coração é do Rubinho”, admitiu Puccetti. Coube a Jordan o contorno. “Tudo bem, fui eu que ensinei tudo que o Rubinho sabe”, brincou o irlandês, patrão de Barrichello entre 1993 e 1996.

LEIA
TAMBÉM

Euforia e tristeza dos Barrichello

Pista de casais

Feiticeira acorda tarde e Susana brilha

O encanto dos Ermírio de Moraes

A boquinha de Luana e dos irmãos Rangel

 

Copyright 1996/2000 Editora Três