Reportagens  
“A Luma é a mulher mais bonita e maravilhosa não só do Rio e do Brasil, mas do mundo”, diz o delegado Fernando Moraes
• • •
Romance
Luma de coração algemado

Após um ano de discreta relação, Luma de Oliveira assume o namoro com o delegado Fernando Moraes e diz à Gente que só volta a desfilar em 2007
texto: Clarissa Monteagudo
foto: RICARDO LEAL/ PHOTO RIO NEWS
 Envie esta matéria para um amigo

Luma de Oliveira deslizava há um ano pela Marquês de Sapucaí como Rainha de Bateria da Caprichosos de Pilares com um delicado par de algemas como pingente no pescoço. “Foi presente de um amigo. Virou um talismã”, dissera na época, despistando suspeitas de um affair. Na quinta-feira 2, o romance com Fernando Moraes, titular da Delegacia Anti-Seqüestro do Rio, foi finalmente assumido na quadra da Beija Flor. Pela primeira vez, Luma e Fernando se beijaram em público. “A Luma é a mulher mais bonita e maravilhosa não só do Rio e do Brasil, mas do mundo”, derrete-se ele. As famílias já se conheceram e Luma diz que o namorado criou ótima relação com seus filhos Thor, 14, e Olin, 10. Fernando, 43 anos, tem um filho, que também se chama Thor, de oito anos. O casal está junto desde fevereiro de 2005, mas só agora o namoro é oficial. Aos 41 anos, Luma verá o desfile de 2006 do camarote Rio Samba & Carnaval, acompanhada pelo namorado. As algemas, este ano, aprisionaram, além do coração, o rebolado que a consagrou no Sambódromo.

“Nos identificamos no amor ao samba”

Depois de aparecer em público com o delegado Moraes, Luma falou
à Gente, por telefone, na sexta-feira 3, e antecipou: em 2007 volta
à Sapucaí.

Quando começou o relacionamento com o delegado?
Nos conhecemos no Carnaval do ano passado. Ele desfilava na Caprichosos de Pilares. Nos aproximamos e surgiu uma amizade forte. Depois do Carnaval, passei um tempo sem vê-lo. No fim do ano, o relacionamento se estreitou. Não tem uma data, tudo foi se encaixando aos poucos.

Está namorando?
Estou. Nós nos identificamos no amor ao samba. Ele é uma pessoa honesta e íntegra. Como eu, fala o que tem que falar.

Eike Batista, seu ex-marido, apóia o namoro com Fernando?
Minha relação com o Eike é excelente, mas não falamos sobre isso. Moramos na mesma rua, e ele me dá muita força com os meninos. É a melhor qualidade de relacionamento possível entre pessoas que foram casadas, mas cada um tem sua vida.

Foi difícil se adaptar à vida de solteira?
Fiquei mais de um ano solteira. Só vou estar ao lado de alguém
se for muito legal. O Fernando me preenche muito. É muito bom
estar ao lado de um homem que é seu parceiro. Nossa relação tem muito companheirismo.

Foi muito assediada na sua fase solteira?
Não presto atenção nisso. Saí apenas três vezes durante todo o ano passado. Em duas ocasiões, estava com meu filho Thor. Na outra, com meus irmãos. Não estava interessada em olhar para o lado.

Por que não vai desfilar esse ano?
Não estou me sentindo à altura daquela Avenida. Gosto de dar o meu melhor no desfile e passo praticamente dois meses cuidando de todos os detalhes. Desta vez, quis me dedicar aos meus filhos. Viajei com eles para Aspen, Búzios e Angra. Para o ano que vem, começarei a ver minha fantasia em outubro.

Até quando pretende continuar desfilando?
Eu só faço planos a curto prazo. Quando tinha 20 anos, não pensava como seria aos 30. Não complico e não profetizo sobre a vida. Cada dia traz uma solução diferente.

Algum projeto profissional?
Nenhum. Gosto de fazer o que me dá na telha e o que me faz feliz.