Diversão & arte - Música  

A escolha dos internautas

Maria Bethânia
1 - Hoje
Gal Costa

2 - Segundo
Maria Rita

3 - Que Falta Você me Faz
Maria Bethânia

4 - Balé Mulato
Daniela Mercury

5 - As Supernovas Volume 01
Ivete Sangalo

Resultado da votação realizada entre 6 e 15 de dezembro no site www.istoegente.com.br
• • •

Leia também

Exposição
Gastronomia
Internet
Livros
Música
Teatro
Televisão
• • •
Os melhores de 2005
A escolha da Gente

O ano teve a volta à boa forma de grandes nomes, como Gal Costa, ao lado de revelações como a cantora Roberta Sá, além de Zélia Duncan fazendo, pelo segundo ano consecutivo, um belíssimo disco
 Os melhores de 2005 - Destaques
 Leia perfil de Gal Costa
Divulgação
Roberta Sá: a cantora que participou do programa Fama, da Rede Globo, lançou belo álbum de estréia

Hoje - Gal Costa
Depois de quatro obras consecutivas com regravações de sucessos, a cantora foi para a Trama e fez um disco contemporâneo, que preserva seu canto cristalino e volta a experimentar os tons altos esquecidos em seus últimos trabalhos.

Braseiro - Roberta Sá
Em seu CD de estréia, a cantora potiguar impressionou pela leveza da voz e pelas escolhas inteligentes do repertório, que incluíam inédita de Pedro Luís, regravação de samba de Chico Buarque e participações de Teresa Cristina e Ney Matogrosso.

Aystelum - Ed Motta
O cantor retomou o tom jazzístico iniciado em Dwitza, combinando elementos de soul, samba e jazz em vários temas sem letras e apostando na polifonia orquestral e no requinte harmônico. O álbum também marcou o início de parceria com o letrista Nei Lopes.

Pré-Pós-Tudo-Bossa-Band - Zélia Duncan
A detentora do melhor disco de 2004, na eleição de Gente, manteve o alto nível com um trabalho de inéditas em que inaugurou parcerias com Moska, Lenine e Pedro Luís, além de ter mostrado como a obra de Itamar Assumpção pode ser pop.

Festa em Meu Coração - Dudu Nobre
O discípulo superou seu mestre Zeca Pagodinho – que lançou À Vera em 2005 – neste CD, com produção do mesmo Rildo Hora e repertório refinado, incluindo parcerias com Nei Lopes e Sombrinha. Dudu canta partido alto com jovialidade e fez seu melhor disco.

O mico do ano

Pedro Mariano

Depois de ter um disco de inéditas engavetado por sua gravadora, a EMI, em 2004, o filho de César Camargo Mariano e Elis Regina precisou se adequar às exigências de mercado e de outra gravadora – não a Trama de seu irmão João Marcello, mas a Universal. Pedro lançou de maneira precoce e equivocada Ao Vivo, formato favorito das gravadoras hoje em dia por seu baixo custo, e teve de aceitar regravações de músicas imortalizadas por sua mãe, como “É com Esse que Eu Vou”, em que fez dueto com Sandy. Ainda assim, nada aconteceu com o CD.