20 de março de 2000
Home
Outras Edições
Outras Edições
Diversão e Arte
Home
Assine
Assine
Semana
Assine
Assine

Assine

Fale Conosco
Assine
Busca
 


Você conhece bem os seus ídolos? Então descubra de quem estamos falando. Respostas no final da coluna.

1. Sou podre de rico. Na verdade, ninguém tem mais dinheiro do que eu em toda a galáxia. Fiz a fama e deitei na cama ao “aproveitar” umas idéias que meus concorrentes já haviam desenvolvido, como a interface gráfica e os menus “drop-down”. Foi minha janela para o sucesso. Hoje, domino o mundo, para o ódio mortal de ativistas e piratas da computação. Um deles acertou-me uma torta de creme na cara. Se eu pudesse, o teria deletado na hora.

2. Arrasei no Carnaval de Salvador, quando assumi em público meu novo e conturbado namoro. Arrasei também o coração de meu ex, que ainda considero um bom amigo. Olha, gente, não tenho saco nem tempo para discutir isso. Afinal, gasto um tempão para ser o símbolo sexual que dizem que sou. Adoro perfume Moschino, desodorante Hi Dry, sabonete Skin Care, xampú para bebê, maquiagem Lancôme e esmalte Christian Dior. Para achar tudo isso, dependo muito de minhas a.m.i.g.a.s.

3. Os dirigentes pensam mesmo que eu sou otário. O Rincón e o Vampeta já tinham dado a letra, mas tive de botar a boca no trombone para também ser respeitado. Quero meus direitos, já que sou eu mesmo, com a ajuda de Jesus, quem leva esse time nas costas. Comigo no ataque, fomos bicampeões brasileiros e do Mundial Interclubes. Comigo é ali: me devem, me pagam. Senão, faço a minha trouxa e vou procurar quem pague o que valho. Quero pôr as coisas no seu devido lugar. Por exemplo, reatei com minha mulher e mandei pro saco minha participação no grupo de pagode.

 

BoletimAssineFale ConoscoOutras ediçõesHomeBoletimAssineFale conoscoOutras ediçõesHome