20 de março de 2000
Home
Outras Edições
Outras Edições
Diversão e Arte
Home
Assine
Assine
Semana
Assine
Assine

Assine

Fale Conosco
Assine
Busca
 


Leia também:

Televisão
Rede TV!
Livros Animados
O Brasil É Aqui
Confira o hanking das TVs

Fique de olho


Cinema

Hurricane - O Furacão
Neve Sobre os Cedros
Música do Coração

Bilheteria

Música

Telling Stories
Meu lugar

Hits

Livros

O Papa de Hitler
Para ler ou ver?
Castelo Rá-Tim-Bum - a empresa

Best sellers

Internet

She
Cyas


Exposições

Coleção Brasiliana
Postais do Brasil


Teatro

No Jardim das Delícias
9.º Festival de Teatro de Curitiba

 


Drama

Neve Sobre os Cedros
Indicado ao Oscar de fotografia remete à pintura japonesa

Paula Alzugaray

Divulgação
Ethan Hawke: amor e conflito racial

O título poderia ser um fragmento de hai-kai do poeta japonês Matsuo Basho (1644-1694). A paleta de cores parece ter sido extraída das aquarelas de Chiura Obata (1885-1975), imigrante japonês que pintou paisagens da Califórnia nas primeiras décadas do século 20. Com sensíveis e oportunas referências à estética japonesa, Neve Sobre os Cedros narra as histórias ao redor do julgamento de um nipo-americano acusado de assassinato na época do aniversário do ataque a Pearl Harbour.

Cercados por muita bruma, neve e chuva, os habitantes de uma aldeia de pescadores da costa da Califórnia vivem um conflito racial desencadeado pela Segunda Guerra. O drama é personificado pelos amantes Ishmael (Ethan Hawke, Gattaca) e Hatsue (Youki Kudoh, A Mulher Prometida), que vêem seus sonhos destruídos após o confinamento de japoneses em campos de prisioneiros de guerra.

À imponência do cenário natural e ao incrível tratamento de luzes, soma-se o cuidado que o diretor Scott Hicks (Shine) e o diretor de fotografia Robert Richerdson (Platoon) tiveram em traduzir a narrativa não linear em imagens tão fragmentárias e metafóricas quanto as estrofes de um poema. Alternando pontos de vista da narrativa de acordo com as personagens chamadas a testemunhar no tribunal e criando seqüências subjetivas que reproduzem a inconstância da memória e do pensamento.

Poema visual

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home