Celebridade  
Divulgação

Em 1981, Pepita Rodrigues interpretou a personagem Carmem, em O Amor É Nosso!. Depois dessa novela, ela passou 24 anos longe do vídeo, período no qual fez teatro, escreveu livros e deu aulas de culinária. De volta ao ar, hoje ela é a Diva, de A Lua me Disse.

 
• • •

Pepita Rodrigues

por Diógenes Campanha

Divulgação
 
De volta à tevê em A Lua me Disse, Pepita Rodrigues estava há 24 anos fora das novelas. A última tinha sido O Amor É Nosso!, exibida pela Globo em 1981. Na trama, ela vivia Carmem, uma mulher jovem e bonita que era casada, por interesse, com um homem mais velho, personagem de Jorge Dória, mas se envolvia com o filho dele, interpretado por Buza Ferraz. A novela não teve boa audiência e enfrentou uma troca de autores – Walter Negrão substituiu Roberto Freire e Wilson Aguiar Filho –, mas os problemas não afetaram o desempenho de Pepita. “Podiam mudar o que quisessem, eu estava lá para o que desse e viesse. No trabalho, sempre fui muito c.d.f.”, conta a atriz. Apesar de toda a dedicação, O Amor É Nosso! acabou sendo o último trabalho de Pepita, que deixou de ser convidada para novelas depois de recusar o papel principal de Final Feliz (1982), por estar grávida do terceiro filho. “Aí parti para o teatro”, diz. “Fiz duas peças. Cada uma ficou um ano em cartaz no Rio e, com elas, viajei o Brasil por dois anos, levando junto filho, papagaio...” No final da década de 80, ela também deu aulas de culinária, que freqüentemente viravam palcos improvisados. Certa vez, em um supermercado, recitou textos do espanhol García Lorca enquanto cozinhava um bacalhau. De volta à telinha, ela agora quer reconquistar o público e ganhar novos fãs, que a conhecem apenas como a mãe de Dado Dolabella, fruto do seu primeiro casamento, com o ator Carlos Eduardo Dolabella. .