Reportagens  
 Deixe aqui o seu comentário
 Envie esta matéria para um amigo
Carreira
Um amor e o RPG

Philippe Souchard, o francês que criou o RPG para tratar dores nas costas, se casou com uma brasileira, tem uma série de coincidências com o Brasil e viaja 320 dias por ano
texto: Claudia Jordão
foto: Wellington Cerqueira
Philippe e Sonia: na França eles vivem num castelo de 300 anos
O fabuloso destino de Philippe Souchard – ele não revela a idade, brinca que tem 25 anos, apontando para três partes do corpo – começou a ser traçado em Paris, onde nasceu. Ele se formou em física, depois em fisioterapia e 15 anos mais tarde criou o revolucionário método de Reeducação Postural Global (RPG), que corrige a postura, evitando dores nas costas e até problemas respiratórios. Philippe passou a viajar pelo mundo para ensiná-lo a seus discípulos até encontrar seu grande amor, Sonia Pardellas – uma fisioterapeuta carioca, divorciada, mãe de três filhos e com uma história curiosa: já formada, vendeu a Caravan da família para ter dinheiro para fazer um curso de RPG no Rio (foi lá que conheceu seu futuro marido). Atualmente, Philippe viaja 320 dias por ano, mas na companhia da mulher.

Na Paris dos anos 60, Philippe aventurava-se pela fisioterapia, uma profissão jovem. O que aprendeu na faculdade, porém, não o satisfez. Desanimado, resolveu trabalhar como físico. Conseguiu um emprego em São Paulo, mas a vaga só estaria disponível em seis meses. Enquanto esperava, aceitou um convite
para trabalhar como fisioterapeuta no sul da França, onde voltou a estudar fisioterapia e desenvolveu
o RPG.

A trajetória de Philippe é pontuada por uma série de coincidências. Mais de 15 anos depois de desistir de ser físico em São Paulo, uma de suas alunas no Brasil lhe telefonou e pediu que ele examinasse um paciente. Era um físico, o homem que seria seu chefe. Em 1983, quando veio pela primeira vez ao País, alugou um buggy em Salvador para conhecer a região. Oito anos depois, quando conheceu Sonia, descobriu que o carro era dela. “Eu já tinha jogado o meu feitiço lá mesmo”, brinca a fisioterapeuta. O carro tinha sido vendido para um conhecido de Sonia, que se mudou para Salvador, sem pagar o veículo.

Hoje, Philippe – que tem dois filhos do primeiro casamento – e Sonia dividem o tempo entre os institutos de RPG na França e no Brasil e viagens para cursos em dez países. Em São Paulo, o casal vive no terraço de um prédio moderno onde funciona o recém-inaugurado Instituto Brasileiro de RPG. Na França, o instituto fica em um vilarejo medieval de 300 habitantes, chamado Saint Mont (a 700 km de Paris), rota do caminho de Santiago de Compostela. A casa deles é na vizinhança e tem 300 anos. “É um casarão grande e antigo, mas não é um castelo”, diz Phillipe. “Para nós, brasileiros, aquilo é um castelo”, discorda Sonia, bem-humorada.

Entrevista
“Só no Brasil tem pirataria de RPG”
Philippe Souchard explica como o RPG funciona e como escapar dos charlatães

O que é o RPG?
O papel do RPG é corrigir a má postura, cada vez mais freqüente nos trabalhadores. Não vivemos mais do modo natural, hoje estamos sempre sentados. O que causa as lesões são as repetições das mesmas posições, com a tensão. Corrigindo a postura, podemos tratar as patologias de desvio da coluna vertebral e problemas como a hérnia de disco e fibrose cística (uma doença grave na qual o pulmão fica totalmente fibroso). Nosso objetivo é evitar o uso do colete e a prática de intervenção cervical. Mas, por exemplo, quando você tem uma escoliose grave, tem que associar RPG e colete.

Quem mais sofre?
Tem dois extremos. As pessoas que têm um trabalho duro, que levantam peso, e aquelas que possuem um trabalho aparentemente mais leve, em frente ao computador. Ficar em frente ao computador com tensão na nuca, com os ombros curvados, o dia todo, cria problema.

Como é feito o tratamento?
No caso de uma dor na coluna vertebral, no ombro ou na nuca, nosso objetivo é resolver em uma sessão (que é individual e dura uma hora). Agora, no caso de um adolescente que tem um escoliose grave, vai levar anos. Posso dizer que obtemos resultados mais rápidos e mais duráveis que a fisioterapia clássica.

Onde se tratar?
Antes de procurar um especialista, é preciso checar a competência do profissional junto à Sociedade Brasileira de RPG. Infelizmente, aqui no Brasil, e só no Brasil, existe muita pirataria do método. RPG não é uma expressão genérica, é o nome de um método que merece respeito e que funciona graças a um todo que tem regras precisas.