Celebridade  
Murilo Constantino
Bruce Weber

Um dos trabalhos mais marcantes da carreira de Luiza Brunet foi posar para o livro O Rio de Janeiro, lançado em 1986 pelo fotógrafo Bruce Weber, que depois a convidou para duas campanhas da Calvin Klein. A ex-modelo e empresária acaba de lançar o livro Luiza Brunet, uma Mulher Brasileira, que inclui esta e outras fotos da sua trajetória

• • •

Luiza Brunet

por Diógenes Campanha

Em 1986, o fotógrafo norte-americano Bruce Weber esteve no Brasil para fazer o livro O Rio de Janeiro, sobre a Cidade Maravilhosa. A presença de um dos ícones do mundo da moda no País despertou a atenção de Luiza Brunet. “Fui para ver como era, conhecer uma pessoa interessante e pegar um autógrafo dele”, lembra. Chegando ao hotel Copacabana Palace, onde seria a seleção das modelos, encontrou uma fila de lindas jovens, mas, para sua surpresa, o fotógrafo mandou que ela passasse na frente. “Ele simpatizou comigo logo de cara e começamos a fotografar naquele dia mesmo. Aí, sim, fiquei nervosa. Para uma modelo dos anos 80, ser clicada por Bruce era um sonho.” Na sessão de fotos, Luiza não economizou sensualidade. Foi clicada seminua e com os seios, naturalmente exuberantes, à mostra. Hoje, ela possui próteses de silicone, colocadas após a amamentação da primeira filha, a também modelo Yasmin Brunet. “Sempre tive seios grandes, mas eles diminuíram depois que eu amamentei”, diz. A solução foi fazer a plástica para que eles ficassem do tamanho que tinham antes. Primeira top model brasileira, Luiza se tornou uma empresária de sucesso depois que encerrou a carreira e agora relembra toda sua trajetória no livro Luiza Brunet, uma Mulher Brasileira. A ex-modelo parece ter gostado da experiência, tanto que seu próximo projeto é assinar uma obra a quatro mãos com Yasmin. “Será um bate-papo da mãe com a filha adolescente. Vou dar conselhos, escrever coisas que me incomodam nos jovens e ela fará o mesmo.”.