28 de fevereiro de 2000
Home
Outras Edições
Outras Edições
Diversão e Arte
Home
Assine
Assine
Semana
Assine
Assine
Assine
Fale Conosco
Assine
Busca
 

Espetáculo

Xuxa chora em show no Chile
Vaiada pela primeira vez, apresentadora é hostilizada pelo público do Festival de Viña del Mar e se descontrola com refrão obsceno para a música "Ilariê"

Rosângela Honor e Rodrigo Cardoso

Acostumada a ser aclamada pelo público, a apresentadora Xuxa Meneghel, 36 anos, amargou uma experiência inédita em sua carreira no sábado 19, no Festival de Viña del Mar, no Chile. Sua voz foi abafada por vaias e assobios de reprovação enquanto cantava. Ao fim da apresentação, Xuxa deixou o palco abatida e só retornou, minutos depois, aos prantos, a pedido dos organizadores do evento, que entregaram-lhe o prêmio Gaivota de Prata. No dia seguinte, antes de retornar ao Brasil, ela devolveu o troféu. "Não aceito desculpas por grosserias gratuitas", explicou.

O mal-estar durante a apresentação chegou ao auge quando Xuxa cantava "Ilariê". O público substituiu o refrão da letra "ô, ô, ô" por "chu-pa-lo", com sentido obsceno. Xuxa perguntou a um menino da platéia o significado dos versos e ficou chocada. "O que está acontecendo? Que coisa horrível", protestou. Depois, com Sasha no colo, discursou emocionada. "Não estou contente com vocês. Não venho ao Chile para vender discos", disse. "Não sou cantora, não tenho voz para isso. Queria fazê-los felizes hoje."

Segundo a empresária Marlene Mattos, é a terceira vez que a apresentadora se decepciona com os chilenos. Há dez anos, quando se apresentou no mesmo festival, Xuxa foi surpreendida, ao desembarcar na cidade, com fotos de seu antigo ensaio na Playboy reproduzidas nos jornais. Há três anos, num programa de tevê, acusaram-na de fazer referências a rituais satânicos em suas músicas. "Chegaram a dizer que as roupas da Xuxa tinham símbolos satânicos", diz Marlene. Há um mês, locutores de rádio de Santiago anunciavam que a rainha dos baixinhos teria problemas no Chile. Um deles fez comentários sobre uma suposta frase contida numa das músicas de Xuxa: "El diablo es magnífico".

Envie esta página para um amigoXuxa não gravou tal frase. "A hipótese mais aceita aqui é a de que grupos satânicos, comuns no Chile, teriam deturpado fitas cassete de Xuxa", conta a jornalista chilena Marcela Alejandra Diaz. Cópias das fitas adulteradas teriam chegado às escolas e uma polêmica foi criada em torno da apresentadora, acusada de ter feito um "pacto com o demônio". Por isso, o público do festival, conhecido por "El monstruo" por hostilizar até artistas chilenos, teria soltado sua ira. A empresária de Xuxa disse desconhecer a história do "El diablo".

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home