28 de fevereiro de 2000
Home
Outras Edições
Outras Edições
Diversão e Arte
Home
Assine
Assine
Semana
Assine
Assine
Assine
Fale Conosco
Assine
Busca
 

Leia também:

Televisão
Megatom
América Global
Gritos de Carnaval
Programa Silvia Poppovic

No Ibope
Fique de olho


Cinema

O Verão de Sam
O Informante
Beleza Americana
Um olho na rebeldia, outro na bilheteria
Os Ursos de Berlim

Bilheteria

Música

El Amor de Mi Tierral
Monk on Monk
Tudo Azul

Hits

Livros

Um Grande Garoto
Embalos Musicais
Histórias de histórias famosas

Best sellers

Internet

Mulheres Negras
Frases de famosos


Televisão - Destaque

Gritos de Carnaval
Globo e Bandeirantes colocam suas musas na tela

Gabriela Mellão

Foto: Julio Vilela

A Rede Bandeirantes não economizou em matéria-prima para bater as vinhetas de Carnaval da Rede Globo. Este ano, contra a veterana Valéria Valenssa, 28 anos, escalou os corpos mais admirados da casa: Feiticeira (Joana Prado, 23 anos) e Tiazinha (Suzana Alves, 20 anos). Ainda menos vestidas do que de costume, as duas sambam durante os intervalos da programação da emissora.

A loira abriu o Carnaval sambando em vinhetas que começaram a ser veiculadas dia 21 de fevereiro. No primeiro grito do Carnaval da Band, a Feiticeira sai de dentro de uma garrafa vestindo apenas uma tanguinha - os seios estão pintados. A partir de 1.º de março, às vésperas do Carnaval, ela sai do ar para dar passagem a Tiazinha, que tirou a roupa sadomasoquista e fantasiou-se de Eva, com direito a cobra e maçã. "Não privilegiamos nenhuma das duas", diz Vik Junod, 43 anos, diretor de videografia da emissora. "Essa ordem aconteceu por uma simples questão de agenda."

A mulata da Globo não se acanha com a dupla de novatas do samba. "Estou dez anos na frente", diz Valéria Valenssa, que desde 1990 enfeita a programação da Globo sob os olhares perfeccionistas do designer gráfico Hans Donner, seu marido. "Ainda não vi as vinhetas da Bandeirantes, nem estou ansiosa. Mas existe gosto para tudo, assim como tem gente que prefere as novelas do SBT às da Globo", alfineta.

Joana Prado prefere não desafiar a concorrente. "A postura dela é inacreditável", diz. Inacreditável mesmo foi a reação da Feiticeira no momento de tirar o sutiã e exibir os seios cobertos apenas por uma camada de tinta.

Foto: Julio Vilela

Para a surpresa de quem acompanhava as gravações, a campeã de vendas da Playboy ficou com tanta vergonha que chegou a voltar ao camarim. Para a alegria dos telespectadores, foi só um alarme falso.

Carnaval sem fantasia

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home