28 de fevereiro de 2000
Home
Outras Edições
Outras Edições
Diversão e Arte
Home
Assine
Assine
Semana
Assine
Assine
Assine
Fale Conosco
Assine
Busca
 

Leia também:

Televisão
Megatom
América Global
Gritos de Carnaval
Programa Silvia Poppovic

No Ibope
Fique de olho


Cinema

O Verão de Sam
O Informante
Beleza Americana
Um olho na rebeldia, outro na bilheteria
Os Ursos de Berlim

Bilheteria

Música

El Amor de Mi Tierral
Monk on Monk
Tudo Azul

Hits

Livros

Um Grande Garoto
Embalos Musicais
Histórias de histórias famosas

Best sellers

Internet

Mulheres Negras
Frases de famosos


Televisão - Foco

América Global
Globo vende pacote de produtos para tevê americana e tenta aumentar participação no mercado hispânico da América do Norte

Ramiro Zwetsch

Há dez anos afastada do mercado americano, a Rede Globo acaba de vender um pacote de sete produtos para a Rede Telemundo, a segunda maior cadeia direcionada ao público hispânico dos EUA, representado por 28 milhões de habitantes. Foram vendidas as novelas Por Amor, Força de um Desejo, Terra Nostra e as séries Labirinto, Chiquinha Gonzaga, Engraçadinha e Dona Flor. "A receita publicitária do segmento hispânico cresce de 10% a 11% ao ano", conta Carlos Simonetti, 44 anos, diretor de vendas da Globo Internacional. "A nossa intenção é romper o domínio das novelas mexicanas e ampliar nosso mercado de atuação."

A Telemundo passa a veicular os produtos brasileiros em um mês, com Chiquinha Gonzaga em horário nobre. Outra novela que está sendo negociada, para surpresa do próprio Simonetti, é Escrava Isaura, de 1981. "Embora seja antiga, é uma novela que tornou-se um clássico e não fica datada ao período em que foi concebida", argumenta.

Simonetti sublinha que a intenção não é bater de frente com o modelo mexicano, que tem um volume de produção enorme e um formato já consagrado. "Eles vão seguir à frente do mercado, pois suas novelas já são produzidas em língua espanhola, o que é uma grande vantagem" diz. Com exceção de Terra Nostra, todos os produtos negociados pela Globo já têm suas versões dubladas para o castelhano. A pedido da Telemundo, as dublagens (que até então eram feitas na Venezuela) serão realizadas no México, pois o sotaque mexicano é o mais bem aceito entre os norte-americanos.

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home