Celebridade  
Jayme de Carvalho Jr.
Em 1978, Glória Maria curtia férias em Milão, após fazer uma série de reportagens para o Jornal Nacional. “Conquistei tudo com liberdade, rebeldia e muito trabalho e considero esta foto um reflexo do que sou”, diz a atual apresentadora do Fantástico.
 
• • •

Glória Maria

por Diógenes Campanha

Arquivo Pessoal
 
Quem se acostumou a ver Glória Maria na apresentação ou nas matérias especiais do Fantástico vai se surpreender ao vê-la nesta foto de 1978, em Milão. A imagem imortalizou um momento de descontração da jornalista, que gozava seu primeiro dia de férias após uma série de reportagens que foi fazer na cidade italiana para o Jornal Nacional, no qual trabalhava na época. Para o descanso ser completo, ela abriu mão de todas as obrigações e formalidades. “Queria me sentir livre, como uma estudante em férias. Andei Milão inteira a pé e, quando deu fome, comprei um sanduíche e comi na rua mesmo”, conta Glória, lembrando que a cena chamou a atenção de quem passava na rua. “Imagine uma negra, de jeans e tênis, em Milão, que tem toda aquela frescura. As pessoas me olhavam com curiosidade, querendo saber de onde eu era.” Além de registrar a primeira viagem da jornalista à Itália, a foto tem uma função especial para Glória, que a utiliza como referencial de magreza. “Tenho sempre que estar magra como nesta foto”, diz, antes de acrescentar que, no momento, considera seu corpo o reflexo exato dessa imagem. A única diferença é o cabelo, mas ela lembra que, quando entrou na Globo, alisava as madeixas, como agora. “Esse black power veio três anos depois, quando virou moda. A Márcia Mendes, que era editora de moda e cuidava do visual dos repórteres, me aconselhou a cortar e usar assim.” Glória não descarta a possibilidade de voltar a usar o penteado, que, nos anos 70, também representava um grito de liberdade. “É o corte que mais gosto, sabia? Não dá trabalho: eu lavo, passo a mão e ele já está pronto.”.