Celebridade  
George Magaraia
Em 1986, Flávia Monteiro protagonizou A Menina do Lado, que mostrava o envolvimento de sua personagem, uma garota de 14 anos, com um escritor quarentão interpretado por Reginaldo Faria. Atualmente
com 32 anos, a atriz acaba de posar nua para uma revista masculina e aguarda o lançamento do filme em DVD
 
• • •

Flávia Monteiro

por Diógenes Campanha

Leonel de Vasconcelos
 

O filme A Menina do Lado, rodado em 1986, causou polêmica ao mostrar o romance entre o quarentão Mauro, vivido por Reginaldo Faria, e a adolescente Alice, personagem de Flávia Monteiro. Na época com 14 anos, ela estreava como atriz, depois de ter lido no jornal O Globo uma nota anunciando uma seleção para a produção. “Minha mãe me levou, escondida do meu pai. Passei nos testes de foto e de vídeo e, quando fui aprovada, o diretor me explicou como era a personagem”, lembra Flávia, que, vencida a seletiva, tinha nas mãos o desafio de contar a novidade ao pai. “Fiz uma reunião de família e chamei minha avó para segurar a fera. Ele acabou consentindo e me levou ao psicólogo, antes de começarem as filmagens.” Para ficar nua e interpretar as cenas de sexo ao lado de Faria, Flávia, que era virgem, contou com a ajuda de Elisa Tolomelli. A roteirista do filme praticamente dirigia a menina e recorria a truques para que ela pudesse simular algo que nunca tinha vivido. “Havia uma cena de sexo mais intensa e ela me fez correr de um lado para o outro, para ficar com a respiração ofegante”, revela a atriz, que quase foi expulsa do colégio marista onde estudava, quando o filme foi lançado, devido aos protestos de mães. A Menina do Lado deve ser lançado este ano em DVD, mas Flávia não acredita que a polêmica possa se repetir, quase duas décadas depois. “Hoje em dia, o filme não faria mais barulho ao mostrar o amor entre um homem e uma menina”, diz Flávia. “O impacto não seria o mesmo. As coisas estão mais liberadas, minha prima de 14 anos não é como eu era.”.