Celebridade  
Divulgação
Em 1981, Lúcia Veríssimo interpretava sua primeira grande personagem, em Os Imigrantes, da Bandeirantes. No papel da jovem Isabel, ela se tornou conhecida no Brasil e no exterior. No início de março de 2005, Lúcia voltou ao ar em América, como a locutora de rodeios Gil, e possui uma marca de produtos ligados ao mundo rural
Divulgação
 
• • •

Enviar para um amigo
Leia colunas anteriores

Lúcia Veríssimo

por Diógenes Campanha

Um ano depois de ter estreado na Globo, na novela Marina, Lúcia Veríssimo foi para a TV Bandeirantes, onde ganhou um dos principais papéis de Os Imigrantes, exibida em 1981. Na primeira fase da trama de Benedito Ruy Barbosa, ela interpretou a jovem Isabel, que se casou com o italiano Antonio de Salvia, um dos protagonistas da história. “Tenho as melhores recordações desse trabalho. A personagem era linda, a novela foi escrita pelo melhor autor de grandes sagas e eu estava cercada de colegas maravilhosos”, lembra Lúcia. Com esses amigos, a atriz, na época com 23 anos, passou quatro meses morando em Amparo (SP), onde todas as externas foram gravadas, e enfrentou com a equipe as dificuldades de levar as pesadas câmeras de estúdio para os locais das tomadas. “Foi uma loucura conseguir o resultado que tivemos em uma situação tão adversa, mas foi muito bom passar por isso logo no começo”, diz. Os Imigrantes foi vendida para vários países e, durante uma viagem para a Itália, em 1983, Lúcia sentiu na pele o sucesso da novela. “Apanhei na rua de uma mulher que estava com raiva da minha personagem. Ela me cobriu de bolsadas.” O motivo foi que, em um momento de crise no casamento com o marido italiano, ela se envolvia com um primo. “Foi justamente nessa fase da novela que eu resolvi visitar o país. Imagine um italiano aceitar uma traição.” Atualmente, a atriz está de volta à Globo, interpretando a desbocada Gil, que sonha se tornar locutora de rodeio, em América. “Eu me divirto muito fazendo a personagem. Se estou num dia ruim, quando começo a representá-la, tudo se dissipa e fica bacana”, diz Lúcia.