Reportagens  
Claudio Gatti
“Vou fazer o máximo que puder para estragar a educação do meu neto. Tudo que pai e mãe proibirem vou deixar ele fazer”, diz Marcelo Huck, pai de Luciano
• • •
Capa
Chegou Joaquim

Após oito dias, Angélica e Luciano Huck deixam hospital em São Paulo com o filho, que se parece com a mãe e nasceu de cesariana em um parto que levou os pais às lágrimas
texto: Claudia jordão
e Rodrigo Cardoso
fotos: Claudio Gatti (capa) e Welington Cerqueira
Colaboraram: Clarissa Monteagudo e Cecília Maia

Enviar para um amigo

“O rosto, a boca e o narizinho lembram a mãe. Mas o formato da testa é todo o Luciano”, diz Angelina, avó de Joaquim
Foram oito dias de espera. Na terça-feira 15, Joaquim Ksyvickis Huck, primeiro filho de Angélica e Luciano Huck, finalmente deixou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde nasceu na terça-feira 8, às 9h35, de cesariana, com 3,160 kg e 49 cm. Sorridentes e felizes, os apre-
sentadores sairam pouco antes do meio-dia, com Luciano dirigindo o próprio carro. Seguiram para o hotel Fasano, onde ficarão hospedados entre 20 dias e um mês, até voltarem para casa, no Rio de Janeiro.

Joaquim nasceu duas semanas antes da data prevista, 20 de março, mas demorou a deixar o hospital por causa de um desconforto respiratório, conforme boletim médico divulgado pelo Einstein. Pessoas próximas dizem que o casal reagiu com tranqüilidade à situação. “A Angélica e o Luciano não ficaram preocupados. Não é algo improvável de acontecer”, disse um amigo.

Os quadros pendurados na porta da maternidade e as
lembrancinhas oferecidas a quem visitou Joaquim: Luciano
assistiu ao parto, que foi filmado por seu irmão, Fernando
Desde a 26ª semana de gestação, Angélica tinha contrações, mas conseguiu segurar a gravidez até a 38ª. “Nas últimas três semanas, ela teve de pegar leve, não se agitar muito”, contou Luciano. A apresentadora começou a sentir dores na segunda-feira 7, as contrações se tornaram freqüentes e, após consultar a médica dela, o casal seguiu para o hospital à 1h de terça-feira. Ela passou a madrugada em trabalho de parto, pois queria que o nascimento fosse natural, mas o neném não descia. “As batidas do coração do bebê começaram a aumentar, então falaram: ‘Vamos tirar (fazer a cesárea)’. Quando ele nasceu, estava com duas voltas do cordão umbilical no pescoço”, relatou Luciano, que assistiu ao parto – filmado por seu irmão, Fernando – e chorou bastante.

Após o nascimento, Luciano apareceu na janela do centro cirúrgico e mostrou o bebê para a família, que aguardava do lado de fora. An-
gélica, deitada e cercada de médicos, mandou um beijo para todos. “A primeira coisa que o Joaquim fez foi um carinho no rosto da Angélica, como se estivesse querendo dizer: ‘Você é minha mãe’. Ela chorou muito e eu também”, contou Angelina Ksyvickis, mãe da apresenta-
dora. “O nascimento de Joaquim me deu a real emoção de ser mulher. Fui duplamente homenageada pelo Dia Internacional da Mulher e por ter me tornado mãe. Meu olhar sobre a vida mudou completamente”, disse a apresentadora, por intermédio de sua assessoria.

Comente esta matéria