Diversão & arte - Cinema  

Leia também

Exposição
Internet

Livros
Música
Teatro
Televisão
Infantil
Eliana em O Segredo dos Golfinhos
Apresentadora de tevê estréia no cinema em filme
de produção tosca e roteiro inverossímil
Mariane Morisawa

Enviar para um amigo

Divulgação
Eliana em O Segredo dos Golfinhos:
tentativa de mensagem ecológica

Uma comprovação de que o cinema nacional ganhou prestígio é a quantidade de gente famosa que tem lançado filmes. Além da já tradicional Xuxa, entraram
na onda Sandy & Junior e, agora, Eliana. Lamentável
que a maioria dos produtos não passe no mais
simples teste de qualidade.

Eliana em O Segredo dos Golfinhos tenta ser educativo na área ecológica. A apresentadora – que até se arrisca como atriz, esforçando-se para chorar e parecer valente – promove um concurso de redações sobre golfinhos, e o sensível e pobre Calé ganha uma viagem ao México para conhecer os mamíferos. Só que os golfinhos estão doentes, porque o vilão Esquivel (Fulvio Stefanini) tomou posse de um crânio de cristal mágico. O roteiro inverossímil deixa pelo menos uma questão: por que todo mundo que está no México é brasileiro, do dono do parque ao biólogo que cuida dos bichos?

O longa dirigido por Eliana Fonseca (Ilha Rá-Tim-Bum) apela para a mesma fórmula produção tosca + roteiro ruim das produções da mãe de todas as loiras. Como os filmes da Xuxa são a meta a ser atingida, fica claro que a única preocupação é com a bilheteria. E o espectador acaba engolindo, graças ao sucesso alcançado fora do cinema, um produto feito de qualquer maneira. Um pouco mais de cuidado
não seria mau. De olho na bilheteria