Celebridade  
Arquivo Pessoal
Aos 20 anos, a atriz de teatro Luíza Tomé enviava a foto acima para emissoras, produtoras de filmes e agências de publicidade, esperando uma chance para estrear na tela, que finalmente veio com Corpo a Corpo (1984).
• • •

Enviar para um amigo
Leia colunas anteriores

Fotos: Divulgação
Hoje mãe de três filhos, ela está em Começar de Novo e, loira, posará nua novamente
Luíza Tomé

Em 1984, aos 20 anos de idade, Luíza Tomé dedicava-se ao teatro e usava a foto ao lado para tentar uma vaga na televisão. “Nasci sonhando ser atriz, mas ainda não fazia tevê. Corria atrás das emissoras, das agências de propaganda e das produtoras de filmes e mandava meu material, esperando uma chance”, lembra. A esperada oportunidade veio no final daquele ano, quando conseguiu o papel de Alice Gouveia, na novela Corpo a Corpo, da Globo. A conquista não a livrou de ter que continuar lutando por um lugar ao sol. O trabalho seguinte, na novela Tieta (1989), veio depois de muitas visitas à sala do diretor Paulo Ubiratan. “Ele nunca podia me atender, mas eu ia sempre lá. Fiquei até amiga da secretária dele, com quem tenho contato até hoje. Um dia, ela me ligou dizendo que ele queria falar comigo.” Ubiratan oferece-lhe a personagem Carol, amante do coronel Modesto Pires (Armando Bogus). Inicialmente, sua participação seria de apenas 15 capítulos, mas o talento de Luíza prevaleceu. Antes mesmo de a novela entrar no ar, o diretor a chamou nos bastidores e profetizou: “Luíza, se prepare que você vai estourar com essa personagem, vai virar sucesso nacional. Por isso, quero que você segure bem sua cabeça”. Conselho seguido e nove novelas depois, hoje ela exibe novo visual – está com os cabelos loiros – e comemora o retorno na novela Começar de Novo, depois de três anos se dedicando aos filhos Bruno, 6, e os gêmeos Adriana e Luigi, de 1 ano e três meses. “No começo, foi difícil voltar, mas estava com muita saudade de atuar. Também sinto falta de ser morena, embora tenha ficado bem loira”, diz Luíza, que vai posar nua pela segunda vez.