Veja também outros sites:
 
 
Celebridade
por Dirceu Alves Jr.  
Brainpix
Em 1997, Gisele Bündchen começava a despontar no mundo da moda e ganhava a capa da revista Cool Magazine. Hoje, aos 24 anos, a top é uma das mais poderosas mulheres do planeta e sua beleza poderá ser conferida na próxima edição da revista Harper’s Bazaar, que chega às bancas neste mês
Marcelo Jardim/ Cool Magazine
 
 

Enviar para um amigo
Leia colunas anteriores


Gisele Bündchen

Em 1997, a modelo da foto acima ainda podia ser uma “new face”. A expressão usada para designar as principiantes que começam a chamar atenção nas passarelas caía como uma luva em Gisele Bündchen. Aos 17 anos, a gaúcha magrela de Horizontina já circulava timidamente por Nova York, tentando driblar seu raso inglês, e nem em sonho pensaria em conquistar o mundo e ditar um padrão de beleza.

Uma das primeiras capas de revista de Gisele também seria a inaugural de uma publicação voltada para a moda e tendências. As lentes do fotógrafo Marcelo Jardim captaram para a Cool Magazine, lançada em dezembro de 1997, uma expressão que, em pouco tempo, estamparia Vogue América, W e Elle. A brasileira começava então a virar simplesmente Gisele, a top mais poderosa do mundo, a número 1.

A “new face” de outros tempos já se transformou em uma veterana diante de tantas jovens modelos que decidiram seguir carreira inspirada nela. Aos 24 anos, Gisele bateu o recorde de aparições em capas de revistas, é a 24ª mulher mais poderosa do mundo, de acordo com a revista Star, e ocupa o 97º lugar entre as celebridades mais ricas da Forbes. Acaba de ser incluída no Guinness Book, Livro dos Recordes, como a modelo que mais faturou em um único ano: US$ 12,5 milhões. Para completar o apogeu, ainda é feliz no amor e o dono do seu coração é o galã Leonardo Di Caprio.